Festival on-line PAN exibirá espetáculos da região Norte

O Potências das Artes do Norte será realizado entre os dias 11 e 19 de maio

Manaus – Entre os dias 11 e 19 de maio será realizado o 1º Potência das Artes do Norte (PAN), festival on-line que exibirá 20 espetáculos de todos os Estados da região Norte, além de ações paralelas. A iniciativa tem o objetivo de celebrar e promover as artes produzidas no Norte do País e tenta minimizar os impactos causados pela pandemia da Covid-19. O acesso a cada espetáculo tem o valor de R$ 5 e pode ser adquirido por meio do link bit.ly/BilheteriaOnlPAN.

Cena da produção ‘Vestido Queimado’, do grupo amazonense Soufflé de Bodó Company (Foto: Divulgação)

Serão nove dias de evento, com 20 espetáculos de teatro, dança e música, e bate-papo ao final de cada apresentação. A programação será exibida no aplicativo Zoom. Os valores são R$ 5, para assistir a um espetáculo da programação; R$ 20 para o Combo 1, que dá direito a quatro espetáculos, mais um de bônus; R$ 80 para o Combo 2, para assistir a todos os espetáculos do PAN; e R$ 100 para ganhar o ‘Selo Patrocinador’, que dá direito a toda a programação, mais um exemplar do livro ‘Dramaturgias’, de Francis Madson, autografado.

Após a confirmação de pagamento, o usuário receberá, no e-mail informado na compra, os links e detalhes de acesso ao espetáculo desejado. Segundo a coordenação do evento, parte da renda da bilheteria será revertida para programas de apoio a artistas em situação de vulnerabilidade nos sete Estados da região Norte.

O grupo IN BUST Teatro com Bonecos, do Pará (Foto: Divulgação)

“Logo que a pandemia surgiu, nós artistas fomos os primeiros a parar. Por duas semanas eu fiquei meio sem chão, perdida. Não sabia como lidar com essa parada forçada tão brusca em todas as nossas atividades. Nesse período foram surgindo várias ações de outros grupos e artistas, lives, links liberados etc. Assim fui criando coragem para também testar algo nesse novo lugar em que se estabeleceu a nossa presença – o mundo virtual”, explica Ana Oliveira, que assina a coordenação geral do PAN.

A primeira edição do PAN conta com espetáculos do Amazonas, Pará, Roraima, Amapá, Tocantins, Rondônia e Acre. “Se tudo der certo, queremos muito abrir um processo de inscrição em que todos os artistas e produtores da região possam mandar seus materiais para futuras edições. Só precisamos testar esse formato primeiro”, ressalta.

“Acredito que o restabelecimento dessa rede de união é algo que pode gerar muitos frutos. Tem também a possibilidade de trabalhos sendo exibido para novos públicos, pessoas de outros Estados, que dificilmente conseguiriam ver ao vivo. Os espectadores poderão conhecer mais a fundo as diferentes realidades nortistas e alimentarem sua alma com arte e afeto, por meio das mais diversas linguagens que o festival contempla”, complementa Ana.

Peça teatral ‘Helena’, do Ateliê 23 (Foto: Divulgação)

Ações paralelas

Além das apresentações, o PAN promoverá encontros e reflexões por meio das ações ‘Pensamento de Perto’ e ‘Setorial da Região Norte’.

O ‘Pensamento de Perto’ será uma conversa com pesquisadores da região Norte sobre artes cênicas. Além de divulgar a produção científica, a iniciativa tem o objetivo de criar um diálogo entre a pesquisa com a ideia de ‘ação cultural’. Nesta primeira edição, os artistas/pesquisadores convidados são Ítalo Rui e Yara Costa.

A programação contará ainda com o ‘Setorial da Região Norte’, um braço da programação do PAN que visa convocar artistas, técnicos e produtores culturais do setor da economia criativa para refletir acerca das ações que envolvem os governos federal, estaduais e municipais da região e, além disso, promover um debate aberto e criativo sobre as iniciativas para o setor após a pandemia de Covid- 19.

“Há um tempo que os Estados do Norte não se visitam entre si para dialogar acerca de políticas públicas ligadas à cultura. O Festival de Teatro da Amazônia, no princípio, surgiu para estreitar os laços entre os Estados com o objetivo de pensar relações entre público e privado, cultura, estética, ética e política pública. Acreditamos que o PAN pode trazer esse elo novamente, mesmo mediado por tecnologia, a força fundamental de manutenção das artes: o coletivo”, pondera Francis Madson, que está à frente da programação acadêmica do evento.

Confira a programação:

Dia 11/5 (Segunda-feira)

9h30 – ‘Augusto’ (RR) – Locômbia Teatro de Andanças / Livre

14h – ‘Pensamento de Perto’

21h – ‘Helena’ (AM) – Ateliê 23 / 14 anos

Dia 12/5 (Terça-feira)

9h30 – ‘Imundo de Sofia’ (AM) – Ana Oliveira / Livre

21h – ‘A Mulher do Fim do Mundo’ (AC) – Associação Artística Cultural Companhia Casa Circo / 14 anos

Dia 13/5 (Quarta-feira)

9h30 – ‘Curupira – 10 Milhões de Nós’ (PA) – IN BUST Teatro com Bonecos / Livre

14h – ‘Tempo de Brincar’ (TO) – Trupe Açu / Livre

21h – ‘Provérbios de Burro’ (AM) – Ítalo Rui / 14 anos

Dia 14/5 (Quinta-feira)

14h – ‘Ikuâni’ (AC) – Cia. Garatuja de Arte Cênicas / 14 anos

21h – ‘Marahu’ (PA) – Cia de Teatro Madalenas / 14 anos

Dia 15/5 (Sexta-feira)

9h30 – ‘ÜHPÜ – Corpo’ (AM) – Grupo Tabihuni / Livre

14h – ‘Quarto Azul’ (AM) – Grupo Jurubebas de Teatro / 14 anos

Dia 16/5 (Sábado)

9h30 – ‘Vestido Queimado’ (AM) – Soufflé de Bodó Company / Livre

14h – ‘A Borracheira’ (RO) – O Imaginário / Livre

21h – ‘Quando encontramos sonhos perdidos nas roupas que costuramos’ (AM) – Grupo Garagem / 16 anos

Dia 17/5 (Domingo)

9h30 – ‘Preciso Falar’ (AM) – Cacompanhia de Artes Cênicas / 10 anos

14h – ‘Diário das Marias’ (AM) – Cia Trilhares / 14 anos

21h – ‘Rito de Passagem’ (AM) – Índios.com Cia de Dança / 16 anos

Dia 18/5 (Segunda-feira)

14h – ‘Pensamento de Perto’

21h – ‘Marília Gabriela não vai mais morrer sozinha’ (AM) – Coletivo UTC-4 / 16 anos

Dia 19/5 (Terça-feira)

9h30 – ‘As Nove Luas’ (RO) – Cia de Artes Fiasco // 12 Anos

14h – ‘Setorial do Norte’

21h – Show de Encerramento: ‘Gramophone em Estúdio’ (AM) / Livre

A programação completa do 1º PAN – Potência das Artes do Norte também está disponível para download no link https://bit.ly/PAN20programacao.