Grupo Samel compra imóveis do boi-bumbá Garantido

Bumbá continuará usufruindo dos locais até que o grupo defina a nova finalidade dos espaços

Manaus –  Na manhã desta sexta-feira (24), o Grupo Samel, por meio de um leilão do TRT11, arrematou imóveis do boi-bumbá Garantido, localizados em Parintins (a 369 quilômetros a leste de Manaus). Os galpões, que atualmente compõem a ‘cidade Garantido’, passaram a pertencer ao grupo, mas continuarão a ser utilizados pela associação folclórica.

Com o valor pago pela Samel, o Garantido deve pagar parcialmente 144 processos em execução que tramitam na Vara do Trabalho de Parintins (AM). A quantia também será utilizada para o pagamento de créditos de trabalhadores, decorrentes de processos trabalhistas que tramitam nas Varas do Trabalho de Manaus (AM) e Boa Vista (RR).

De acordo com a nota oficial enviada pelo Grupo Samel, a decisão ocorreu em virtude dos acontecimentos que surgiram nos últimos meses relacionados ao novo coronavírus, e para ajudar a população parintinense e o Boi Garantido, que dependem economicamente do festival folclórico. O evento, que normalmente ocorre no último final de semana do mês de junho, foi suspenso este ano.

A compra de dois pavilhões foi uma das alternativas encontradas pela Samel para amenizar as dificuldades e os problemas econômicos que a cultura amazonense passa em meio a pandemia. Ainda conforme a nota, o grupo “está estruturando um planejamento do que será realizado nos imóveis”, e garante “que os mesmos continuarão sendo utilizados pelo Boi-Bumbá Garantido”.