Inscrições para Agentes Territoriais de Cultura são prorrogadas até 10 de junho

No Amazonas, o edital de Agentes Territoriais oferta 11 vagas distribuídas em 11 regiões imediatas

Manaus – Estão prorrogadas as inscrições até o dia 10 de junho, para Agentes Territoriais de Cultura (ATC), do Programa Nacional dos Comitês de Cultura (PNCC), em parceria com Institutos Federais de diversas regiões do Brasil. O edital e link para inscrições gratuitas estão disponíveis na página do Mapa da Cultura.

(Foto: Divulgação)

“A prorrogação se deu por conta da enchente no Rio Grande do Sul e o Ministério da Cultura resolveu prorrogar em todas as regiões brasileiras. Com isso, a prorrogação tem o intuito de suprir a demanda territorial das políticas públicas de Cultura e estimular a participação dos produtores e trabalhadores da cultura nas diversas regiões do país. É um momento importante de ampliar o diálogo com os agentes nos estados visando a territorialização e a democratização do acesso às políticas culturais”, declarou Marcos Rodrigues, coordenador do Comitê de Cultura do Amazonas.

Os ATC são pessoas físicas selecionadas por meio de editais públicos, com conhecimento sobre as dinâmicas culturais e territoriais de suas comunidades. Após a seleção, eles recebem formação continuada para promover a mobilização social, comunicação e desenvolvimento de atividades culturais em seus territórios.

No Amazonas, o edital de Agentes Territoriais oferta 11 vagas distribuídas nos municípios de Manaus, Tabatinga, Eirunepé, Tefé, São Gabriel da Cachoeira, Coari, Manacapuru, Parintins, Itacoatiara, Lábrea e Manicoré.

Critérios e Requisitos

Somente pessoas físicas que tenham pelo menos 18 anos, residam na região correspondente à vaga e possuam reconhecida atuação cultural podem se inscrever. Nacionalmente, são oferecidas 601 vagas distribuídas nas cinco regiões do Brasil. São destinadas 64 vagas para a região Norte; 175 vagas para a região Nordeste; 56 vagas para a região Centro-Oeste, 203 vagas para a região Sudeste e 103 vagas para a região Sul.

A coordenadora Metodológica do Comitê de Cultura do Amazonas, Isabella Petry, destacou a quantidade de vagas para o Amazonas assim como os municípios onde os ATC irão atuar regularmente. “O edital de Agentes Territoriais do Programa Nacional dos Comitês de Cultura oferta 11 vagas distribuídas por todo o Estado do Amazonas, nos municípios de Manaus, Tabatinga, Eirunepé, Tefé, São Gabriel da Cachoeira, Coari, Manacapuru, Parintins, Itacoatiara, Lábrea e Manicoré. Ainda estamos aguardando as inscrições dos municípios de Eirunepé, Tefé e Manicoré. Iremos realizar uma série de atividades de apoio para apresentar o edital, instruções para a inscrição presencial e on-line e um canal de tira-dúvidas via WhatsApp”, explicou a coordenadora Isabella.

Os selecionados receberão bolsa mensal de R$ 1.200,00 durante 12 meses, renovável por igual período; auxílio inclusão digital único no valor de R$ 1.000,00; auxílio inclusão digital mensal de R$ 25,00.

Os ATC terão de cumprir carga horária semanal de 20 horas. Para estudos e formação continuada são destinadas 5 horas; para planejamento e orientação, 2 horas; para articulação e mobilização, 10 horas; para registro, organização de materiais e reflexão, 3 horas.

Segundo Ruan Octávio da Silva Rodrigues, coordenador do Escritório Estadual do Amazonas da Diretoria de Articulação e Governança da Secretaria dos Comitês de Cultura do Ministério da Cultura, a iniciativa deve impulsionar o setor. “A chegada dos agentes territoriais representa um avanço significativo para o Brasil e isso se reflete também aqui no Amazonas. Eles cuidarão da avaliação da efetividade das políticas públicas a fim de facilitar o acesso dos artistas às políticas nacionais de cultura. Essa iniciativa é parte do processo de descentralização buscado pelo Ministério da Cultura, visando ampliar o alcance e impacto das ações culturais, especialmente em regiões como a nossa, onde as dificuldades logísticas e territoriais são significativas. A presença desses agentes terá um impacto enorme na vida dos fazedores de cultura no Amazonas”, prospectou Ruan.

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, acesse o site do Ministério da Cultura ou envie um e-mail para [email protected]

Inscrições e Resultados

Os candidatos devem acessar a página do Mapa da Cultura, cadastrar-se e enviar todos os documentos solicitados como autodeclaração de capacidade de leitura e habilidades digitais; autodeclaração de residência ou comprovante atual da região imediata da vaga; proposta de Ação Cultural, conforme o modelo fornecido; vídeo de até 5 minutos narrando experiências culturais.

A divulgação do resultado preliminar, composta pela análise de atuação cultural, entrevista e pontuação extra, será divulgada em 27 de junho. Na região Norte, os nomes dos selecionados serão divulgados pelo Instituto Federal do Pará; na região Centro-Oeste, pelo Instituto Federal de Goiás; na região Nordeste, pelo Instituto Federal do Rio Grande do Norte; na região Sudeste, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio de Janeiro; e na região Sul, pelo Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia Sul-rio-grandense.

O resultado final, após a análise de recursos, será publicado até o dia 16 de julho de 2024. O edital é válido pelo prazo de 2 anos a contar da data de homologação do resultado. Esse prazo poderá ser prorrogado por igual período.

Para mais informações e esclarecimento de dúvidas, acesse o site do Ministério da Cultura ou envie um e-mail para [email protected]

Anúncio