‘Matapi – Mercado Audiovisual do Norte’ anuncia data e novo formato

Organizado pelas produtoras amazonenses Leão do Norte e Dabacuri, o evento chega à terceira edição, totalmente on-line e aberto para interessados de todo o Brasil. A programação acontece de 25 a 28 de novembro

Manaus – Reunir agentes e profissionais do audiovisual, estudantes e demais interessados em discutir e fomentar a cadeia produtiva do setor continua sendo a principal missão do ‘Matapi – Mercado Audiovisual do Norte’ – que tem como pilares a conexão entre os realizadores, produtores e players, a capacitação do profissionais do setor e o empreendedorismo para a geração de novas oportunidades.

Neste ano, o evento que acontece de forma 100% online, de 25 a 28 de novembro, traz como inquietações e temas norteadores, questões relacionadas à quem faz e para quem é feito o audiovisual nortista, amazoneidades, representatividades diversas, desconstrução do pensamento ‘exotificante’, articulação com os países da Pan-Amazônia e análise dos novos formatos narrativos.

Somando à essas pautas, a programação do Matapi 2020 ainda terá como foco os diálogos e estudos de caso centrados em países da América-Central e Caribe, compreendendo a internacionalização de projetos a partir de filmes e trajetórias de realizadores que vivenciam o ser e estar da identidade sociopolítica como um aspecto fundante de suas obras.

“Acreditamos que as trocas com a América Latina podem despertar os produtores da região para construção de carreira de suas obras mais próxima de suas realidades de produção e temas”, aponta Rodrigo Antonio, sócio da Leão do Norte e organizador do evento.

(Foto: Divulgação)

Pan-Amazônia

Trazendo o recorte da Pan-Amazônia, o evento deste ano busca debater os desafios de produção, as temáticas afro-indígenas, o estágio e desigualdades das produtoras e seus projetos na perspectiva da regionalidade internacional. No caso da região Norte do Brasil, serão abordadas as singularidades de produção, as necessidades de formação específicas e as formas e estratégias de se inserir e dialogar com o movimento de mercado, até hoje, muito pautado a partir do sudeste do país.

“Ao participarmos de uma mesa sobre a produção na Pan-Amazônia no Talents Latinoamerica, a convite do espaço de mercado do Festival de Guadalajara, em agosto de 2020, compreendemos que a discussão apenas se iniciava. Com o entendimento de que não nos pautamos a partir de um centro, mas que somos responsáveis pela criação de novos centros, tomamos para nós o desafio de fazer do Matapi, este espaço catalisador de pensar uma produção amazônica para além das fronteiras” completa Rodrigo.

Programação 

A terceira edição do Matapi trará aos participantes debates sobre a produção audiovisual na Amazônia; bate-papo com players e mercados nacionais e internacionais; clínicas jurídicas; e diálogos formativos com áreas criativas, para além da tríade roteirista, diretor, produtor – focos das edições anteriores. O evento deste ano conta ainda com uma área específica para conexão e divulgação de trabalhos entre realizadores da região, com o objetivo de fortalecer a coprodução regional. Diferente das primeiras edições, não serão realizadas rodadas de negócios, consultorias de projetos e pitchings.

Buscando ampliar a participação dos inscritos em todas as atividades do evento, as atividades acontecerão em horários flexíveis, criando uma conexão efetiva e afetiva como em todas as edições anteriores. Pacotes para participação no evento serão disponibilizados em breve no site www.matapimercadoaudiovisual.com.br.

Parcerias

Fortalecendo a relação com os mercados da região CONNE, SAPI (GO) e NordesteLab (BA), e ampliando as conexões do setor audiovisual, a programação do Matapi 2020 surge de forma complementar e dialógica com os outros eventos da região. Neste sentido, a organização convida todos a participarem das atividades no NordesteLab, que já conta com mais de 35 players confirmados em suas rodadas de negócios e inscrições até 13 de setembro.

Mais informações sobre o Matapi 2020 podem ser obtidas através das redes sociais do evento no Facebook (/matapimercadoaudiovisual) e no Instagram (@matapimercadoaudiovisual).

Anúncio