#MuseumSelfieDay acontece no Museu da Cidade de Manaus nesta quarta

A ação, que começou em 2014, foi criada pela coordenadora de projetos e entusiasta de museus britânica Mar Dixon, e se popularizou desde então

Manaus – Que tal tirar uma selfie criativa no Museu da Cidade de Manaus, com as hashtags#MuseumSelfie e #musEUmanaus, e postar nas redes sociais? Essa é a proposta do ‘Museum Selfie Day’, iniciativa que reunirá, nesta quarta-feira (16), museus e visitantes do mundo todo para divulgar instituições na web e mostrar ao público que os museus são espaços divertidos, atraentes e conectados com as novas mídias.

A ação, que começou em 2014, foi criada pela coordenadora de projetos e entusiasta de museus britânica Mar Dixon, e se popularizou desde então. A campanha reúne instituições dos quatro cantos do mundo e tem como objetivo aproximar o público do universo das artes, assim como estimular os cidadãos a visitarem os museus de suas cidades e tornar conhecidas nas redes sociais obras e exposições que geralmente não são vistas pelo grande público.

A ação, que começou em 2014, foi criada pela coordenadora de projetos e entusiasta de museus britânica Mar Dixon, e se popularizou desde então (Foto: Altemar Alcantara/Semcom)

Para participar, basta tirar uma selfie em um museu ou galeria de arte e postar nas redes sociais com uma das hashtags: #MuseumSelfie ou #MuseumSelfieDay. Durante a visita, vale publicar algumas fotos revelando curiosidades, brincadeiras, momentos afetivos e boas lembranças das suas visitas pelo local visitado.

 Museu da Cidade de Manaus

O Museu da Cidade de Manaus está localizado no Paço da Liberdade, na rua Gabriel Salgado, no Centro Histórico de Manaus, em frente à Praça Dom Pedro 2º. A visitação é aberta de terça-feira a domingo, das 9h às 17h (com última entrada às 16h20), com entrada gratuita.

Durante décadas, o local foi usado como sede do governo municipal. Trinta e seis anos depois da Lei 1.616, que criou o Museu da Cidade de Manaus, pelo então prefeito João de Mendonça Furtado, em 17 de junho de 1982, o espaço se tornou uma realidade.

Em 2018, a atual gestão do prefeito Arthur Virgílio Neto entregou o museu à população sem custos para o órgão, uma vez que a obra foi realizada por meio da Lei Rouanet, principal mecanismo de fomento à Cultura do Brasil, que estabelece as normativas de como o governo federal deve disponibilizar recursos para a realização de projetos artísticos-culturais.