‘AKI Jazz’ completa um ano na RÁDIO DIÁRIO

O apresentador e jornalista Humberto Amorim comanda a atração, sempre aos domingos, a partir das 12h

Manaus – O programa ‘AKI Jazz’ completa um ano de transmissão na RÁDIO DIÁRIO 95.7 FM, do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC). Com muito jazz e sorteio de prêmios para os ouvintes, o programa ganha fãs a cada edição. O apresentador e jornalista Humberto Amorim é quem comanda o ‘AKI Jazz’ e conta sobre a dinâmica do programa, que inclusive, indica tipos de vinho para os amantes de boa música.

Além de uma seleção musical do gênero jazz, o programa apresentado por Humberto Amorim inclui dicas de vinhos para os ouvintes (Foto: Divulgação)

PLUS: O programa ‘AKI Jazz’ completa um ano de existência neste domingo (21)?

HUMBERTO AMORIM: Na verdade, a data certa que o programa foi ao ar pela primeira vez na RÁDIO DIÁRIO é 23 de junho 2019, ao meio dia. O sonoplasta-operador na estreia comigo foi o radialista Bob Lester, que gentilmente se propôs me estender apoio. O programa nasceu originalmente no dia 7 de abril de 1995, na extinta Rádio Amazonas, onde ficou no ar ininterruptamente durante 23 anos. Depois de um pequeno interregno, para alegria minha, do operador Harold Freitas, meu parceiro de estúdio e dos ouvintes amantes da boa música jazz, o programa ‘AKI Jazz’ retornou em grande estilo para uma nova e maravilhosa casa, a RADIO DIÁRIO 95.7, todos os domingos ao meio dia.

Qual tipo de música o ouvinte confere no programa?

O estilo musical que marca o ‘AKI Jazz’ é do gênero jazz, que teve como berço a cidade de Nova Orleans, no sul dos Estados Unidos. O jazz é a única e mais autêntica forma de arte norte-americana. Nasceu no início do século 20, na zona vermelha da cidade conhecida como Storyville, e teve como primeiros protagonistas os ‘professores’ jazzistas Bunk Johnson, Jelly Roll Morton, Louis Armstrong, Sidney Bechet, Nick La Rocca (que se auto denominou pai do jazz) e Buddy Bolden, dentre muitos outros. As primeiras formações jazzísticas incluíam, além do piano, cornet, e bateria, o banjo e a clarineta. A primeira gravação em disco de uma música jazz foi em 1917, na cidade de Nova York, pelos integrantes da banda Old New Orleans Jass Band. ‘Jass’, era assim que se escrevia na época a palavra jazz.

Há sorteio de prêmios?

Sim, com o apoio da Adega Grand Cru, todos os domingos, um dos ouvintes participantes da promoção é contemplado no final do programa com uma garrafa dos melhores Sucos da Bíblia (vinhos).

A atração da RÁDIO DIÁRIO conta também com sorteios de prêmios e interação de ouvintes (Foto: Divulgação)

Existe interação com os ouvintes pelas redes sociais?

Sim, além das minhas redes pessoais no Facebook, Instagram (@oldblackeyes) e WhatsApp, da mesma forma, todas as redes do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO promovem e divulgam on line a transmissão dominical.
Alguns locutores da rádio e o apresentador do jornal da manhã da RÁDIO DIÁRIO, esporadicamente mencionam detalhes sobre o programa.

Poderia relatar uma situação engraçada ou interessante que aconteceu durante o programa nesse último ano?

Muitos ouvintes ligam perguntando sobre como escolher, comprar e harmonizar vinhos com a gastronomia. Um ouvinte me ligou para dizer que no aniversário de casamento serviu no almoço para os convivas pato no tucupi, e obedecendo a recomendação de um ‘amigo entendedor’ comprou vinhos brancos para realizar a harmonização. Foi um desastre pois a alta acidez do tucupi não permite harmonização com nenhum vinho. Ele sem saber tentou realizar uma das poucas harmonizações impossíveis de ser. Foi engraçado! Uma outra ouvinte me ligou para perguntar se a musica jazz do programa era verdadeira, pois a música jazz que ela conhece e ouve na academia não tem nada a ver. Foi engraçado também! Fidelizei a ouvinte depois das minhas ecplicações no ar. Todo domingo ela está na paquera do programa.

Há participação de entrevistados?

Sim, priorizando sempre a fala dos divulgadores ligados aos acontecimentos com música como o Festival de Jazz, degustação de vinhos, e apresentação de bandas com a levada jazz na cena noturna de Manaus. Até jazz!!!

Anúncio