Para manter área verde bela e saudável é preciso escolher o equipamento ideal

Para manter o jardim em boas condições, esteja atento à três pontos: regas regulares, adubação correta e poda concisa

Manaus – Nada como olhar em volta e gostar da paisagem que se vê, não é mesmo? Um ambiente que agrade o olhar pode provocar sensações realmente animadoras aos indivíduos. E quando esse cenário é um jardim, por exemplo, é importante mantê-lo sempre bem cuidado e saudável. Afinal, somente assim é possível apreciá-lo.

Para que a manutenção desses espaços aconteça de maneira cada vez mais simples, o mercado tem disponibilizado promoções de ferramentas que auxiliam nesse tipo de trabalho, permitindo assim um excelente resultado. Se analisado os gramados, que é um dos principais elementos para ambientes naturais, é importante prezar pela manutenção de suas folhas e corte. Logo, na hora de cuidar da grama, há alguns detalhes que você precisa considerar.

Para manter o jardim em boas condições, esteja atento à três pontos: regas regulares, adubação correta e poda concisa (Foto: Divulgação)

Para manter o jardim em boas condições, esteja atento à três pontos: regas regulares, adubação correta e poda concisa. Nesse último quesito, você pode contar com as inúmeras opções de máquina de cortar gramaNo entanto, antes de fazer um investimento, tenha certeza que o modelo que irá comprar é o adequado ao seu terreno.

Pensando em deixar sua escolha mais simples, separamos algumas informações para que opte pelo cortador ideal em relação a sua necessidade.

 

Tipo de grama

Embora algumas pessoas acreditem que gramado são todos iguais, existe uma diversidade enorme de espécies dessas plantas. Bastante comuns no Brasil, são as ‘batatais’ e ‘esmeralda’. A primeira apresenta folhagens densas, em relação à esmeralda, e isso faz com que o corte fique um pouco mais complicado. Dessa forma, é necessário investir em uma máquina com motor de maior potência.

 

Topografia 

É muito importante considerar o tipo de topografia do seu terreno. Isso irá influenciar no tipo de máquina e as opções de manuseio que elas oferecem. Por exemplo, ferramentas que apresentam motores à gasolina tem sistema de lubrificação por salpico, e possuem um ângulo máximo de inclinação de 15°. Logo, trabalhar com máquinas assim, dependendo do ambiente, pode ser limitante.

Para que fique, ainda, mais fácil decidir qual cortador escolher, separamos características de cortadores elétricos, a gasolina e a bateria.

 

Elétricos

Alimentados por uma tomada padrão, os cortadores elétricos são mais recomendados para áreas de pouca extensão. Ou seja, você vai precisar de um fio de extensão muito longo, para serviços pesados. Por isso, cortadores elétricos não oferecem tanta praticidade para médios ou grandes gramados.

 

Bateria

Como o próprio nome já indica, são alimentados por uma bateria de grande porte. Ela fica situada na parte superior da plataforma da segadeira e, normalmente, duram um total de uma hora com uma carga completa. Sendo assim, para gramados em que sejam necessários mais de uma hora para cortar, você deverá investir uma bateria sobressalente.

 

Gasolina

Se busca um equipamento silencioso, definitivamente essa não é uma opção. No entanto, se o principal objetivo é a facilidade de manuseio e a agilidade, os cortadores a gasolina são a alternativa adequada. Os modelos menos complexos de usar são os cortadores a gasolina automotrizes.

Geralmente, os modelos com motor a gasolina se dividem em cortadores de dois tempos e quatro tempos. Vale dizer que os motores de quatro tempos poluem menos, e não necessitam que o combustível seja misturado antes de ser colocado ao tanque.

Anúncio