Prefeitura de Manaus anuncia editais culturais

Paralelamente aos editais, também serão lançados projetos inéditos como ‘Arte Manaus’, ‘Café com Cultura’, o ‘Farol do Conhecimento’, em formato digital e o ano ‘Thiago de Mello’

Manaus – A Prefeitura de Manaus, por meio da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) e do Conselho Municipal de Cultura (Concultura), prepara para o primeiro semestre deste ano, o lançamento de editais e a implantação de novos projetos culturais, que vão abranger diferentes segmentos e modalidades artísticas.

Segundo o diretor-presidente da Manauscult, Alonso Oliveira, a previsão é que os primeiros certames sejam lançados já no mês de março.

Paralelamente aos editais, também serão lançados projetos inéditos como ‘ Arte Manaus’, ‘Café com Cultura’ e o ‘Farol do Conhecimento’, neste primeiro momento em formato digital. E ainda o ano ‘Thiago de Mello’, em homenagem aos 95 anos de vida do poeta amazonense, além da entrega do Centro de Arqueologia de Manaus (CAM) equipado. O calendário de ações será divulgado em breve.

A previsão é que os primeiros certames sejam lançados já em março (Foto: Dhieyzo Lemos/Manauscult)

“Estamos focados na elaboração dos projetos internos, o que contempla a elaboração dos editais e de novos projetos culturais que serão realizados, a princípio, de maneira híbrida, utilizando nossas plataformas digitais, para posteriormente chegarmos presencialmente aos bairros”, comentou Alonso.

A realização dos editais de cultura é prevista pelo Sistema Municipal de Fomento à Cultura (Siscult), instituído pela Lei nº 2.214, de 4 de abril de 2017, e regulamentado em abril de 2018. O Siscult garante o fomento a projetos artísticos dos trabalhadores da cultura, via modelo de editais.

Ainda na gestão anterior, em outubro de 2020, a Prefeitura de Manaus lançou onze editais referentes à aplicação dos incisos 2 e 3 da Lei Aldir Blanc na capital amazonense, com recursos oriundos do governo federal e de suplementação municipal, representando um investimento de pouco mais de R$ 20 milhões na cadeia econômica da cultura na cidade. Na ocasião, os certames foram geridos pelo Conselho Municipal de Cultura (Concultura).

De acordo com a regulamentação da Lei Aldir Blanc, os editais foram divididos em dez certames destinados ao fomento de projetos artísticos e culturais, por meio do Prêmio Manaus de Conexões Culturais, atendendo ao inciso da 3 lei federal; e um edital ofereceu subsídio a espaços e empresas artísticas e culturais, que tiveram suas atividades interrompidas por conta da pandemia da Covid-19, de acordo com o inciso 2.

Em novembro, foi divulgado o resultado final, com 537 propostas contempladas por atenderem todas as exigências legais previstas nos editais, estando aptas a receberem o pagamento e serem executadas.

Neste momento, o Concultura tem trabalhado na prestação de contas desses projetos, com uma equipe técnica analisando todos os documentos de forma individual. “É de minha compreensão, e o prefeito David compactua, que todos os segmentos sejam respeitados, e ressalto aqui todo meu respeito à classe artística”, declarou Oliveira.

Anúncio