Prorrogado o prazo para prestação de contas do ‘Manaus faz Cultura’

Os projetos contemplados receberam, individualmente, recurso no valor de R$ 20 mil

Manaus – O Conselho Municipal de Cultura (Concultura) e a Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult) publicaram o Edital nº 002/2022, no Diário Oficial do Município (DOM), prorrogando o prazo para a entrega das prestações de contas dos 45 projetos ganhadores do “Manaus Faz Cultura”. Agora no novo prazo é até o dia 20/7, e pode ser enviado pelo e-mail [email protected].

(Foto: Coletivo Kanauã / Divulgação)

“O Concultura aprovou a prorrogação do prazo por entender que foi concedida essa prorrogação para a execução de vários projetos e que seria justo estender também para a prestação de contas”, explicou o presidente do conselho, Tenório Telles, que também informou que dos 45 projetos contemplados, já foram entregues os relatórios de 28.

Os projetos contemplados receberam recurso no valor de R$ 20 mil, individualmente, por meio do Concultura e Manauscult, para a execução de oficinas artísticas nos bairros, em todas as zonas da cidade, totalizando R$ 900 mil.

Os relatórios devem conter tudo o que constam no Termo de Apoio, item 8, em um mesmo arquivo: descrição das atividades realizadas; material comprobatório (fotos, vídeos e matérias de jornal); cronograma de desembolso; notas fiscais, recibos, faturas ou boletos; lista de presença ou declaração da escola ou comunidade onde o projeto foi realizado.

Telles lembra da importância de os artistas e produtores culturais se manterem aptos para os próximos editais do Concultura e Manauscult, como o edital Thiago de Mello e a segunda edição do Manaus Faz Cultura, este, destacado com êxito em termos de resultados.

“Os editais da gestão do prefeito David Almeida têm sido um sucesso, e, é necessário, para participar dos próximos, que os interessados estejam em dia com as suas contas”, alertou Telles, acrescentando que os editais são oportunidades para movimentar o segmento da cultura na cidade.

As oficinas tiveram ampla repercussão por proporcionar aos jovens das periferias, treinamentos e realização de oficinas de dança, artes visuais, música, teatro, luteria, vídeo e vivências indígenas.

Anúncio