O Orfanato: antes de Round 6, filme de terror apresentou ‘Batatinha Frita 1, 2, 3’; conheça

O filme de terror ‘O Orfanato’ lançado apresenta crianças brincando de uma versão ocidental de “Batatinha Frita 1, 2, 3” chamada de “1, 2, 3, toca na parede”

Manaus – A nova série da Netflix, Round 6, se tornou um fenômeno mundial, ao exibir um grupo de pessoas competindo por dinheiro em versões mortais de brincadeiras infantis, entre elas “Batatinha Frita 1, 2, 3,” a qual está sendo reproduzida por fãs ao redor do mundo.

O Orfanato: antes de Round 6, filme de terror apresentou ‘Batatinha Frita 1, 2, 3’; conheça. (Foto: Reprodução)

A série sul-coreana (2021), lançada em 17 de setembro, retrata centenas de jogadores falidos que aceitam um convite para um jogo de sobrevivência. Um prêmio milionário aguarda, mas as apostas são altas e mortais. Criado, escrito e dirigido por Hwang Dong-hyuk, o seriado é estrelado por Lee Jung-jae, Park Hae-soo, Wi Ha-joon, Jung Ho-yeon, O Yeong-su, Heo Sung-tae, Anupam Tripathi e mais.

Todos os episódios estão disponíveis na Netflix. Mas essa não foi a primeira produção a abordar o jogo de uma maneira macabra.

O filme de terror ‘O Orfanato’ lançado em 2007, foi dirigido por J. A. Bayona e produzido por Guillermo del Toro, e apresenta crianças brincando de uma versão ocidental de “Batatinha Frita 1, 2, 3” chamada de “1, 2, 3, toca na parede.”

A premissa é a mesma do k-drama: uma pessoa fica de costas para os outros e repete a frase enquanto os jogadores tentam alcançá-la, mas quando a frase termina e ela se vira, todos devem estar parados se não perdem.

Em Round 6, quem se mover automaticamente é morto, enquanto em ‘O Orfanato’ a brincadeira ganha outro significado.

O filme de terror conta a história de Laura (Belén Rueda), uma mulher que cresceu em um orfanato e que, durante a infância, brincava dessa forma com os amigos. Agora adulta e com um filho, ela resolve voltar para a residência onde cresceu e reviver o orfanato.

Quando se mudam, o garoto começa a relatar a presença de outras crianças no local. Pouco tempo depois, o menino desaparece. Desesperada para recuperar o filho, Laura descobre que precisará entrar em contato com essas crianças — que, na verdade, são almas — e para isso utiliza a brincadeira para atraí-las. Confira o trailer oficial:

(UOL)

Anúncio