Verão amazônico exige cuidado com a saúde capilar

Especialista alerta e dá dicas para os cuidados com o couro cabeludo em altas temperaturas

Manaus – As altas temperaturas no Amazonas exigem cuidados com a pele e, também, com os cabelos e o couro cabeludo. De acordo com a American Hair Loss Association, estima-se que a perda de cabelo afeta um em cada quatro mulheres e que, aos 50-60 anos, algumas apresentam sinais em idade mais jovem.

Um aspecto importante é o dano causado aos fios pela radicação ultravioleta presente na luz solar (Foto: Divulgação)

A dermatologista Danielle Westphal, especialista em tricologia, ramo da dermatologia que tem a função de estudar, pesquisar e solucionar problemas capilares, alerta para os cuidados com o couro cabeludo em altas temperaturas. “Alguns problemas do couro cabeludo podem piorar nessa época do ano. Quem já tem doenças como dermatite seborreica, a famosa caspa, e psoríase, manchas secas que causam coceira do couro cabeludo, deve ter atenção redobrada e cuidar para que essas condições não agravem”, disse.
Outro aspecto importante é o dano causado aos fios pela radicação ultravioleta presente na luz solar. Essa alta exposição é uma das principais causas de envelhecimento da fibra capilar. Hoje já temos disponíveis alguns filtros solares específicos para os fios. Para quem já tem a calvície também vale a pena salientar a necessidade de proteger essa pele do couro cabeludo dos raios solares através de filtros ou bonés e chapéus para evitar o surgimento de câncer de pele nessa região.
Westphal dá dicas para àqueles que estão enfrentando algum problema com o couro cabeludo nesta época do ano. “Primeiro, tem que entender o problema. Se seu cabelo está caindo muito nesta temporada de verão, é preciso ser investigado. A gente descobre muitos problemas como doenças sistêmicas, alterações hormonais. A investigação aprofundada deve ser feita para descobrir o que de fato está acontecendo”, destacou.
Não dormir com os cabelos molhados, não prender os cabelos quando molhados e lavar o cabelo quando necessário são algumas sugestões. “Tem que ter alguns cuidados em relação com as lavagens dos fios para não deixar a raiz oleosa, principalmente para àqueles que já enfrentam problemas capilares”, salientou.
Dados gerais
Segundo dados da American Hair Loss Association a calvície de padrão masculino comum representa mais de 95% da perda de cabelo em homens. Aos 35 anos, dois terços dos homens americanos experimentarão algum grau de perda de cabelo apreciável e, aos 50 anos, aproximadamente 85% dos homens têm cabelos significativamente ralos.