Versão oriental de ‘O Chamado’ é destaque em Festival de Terror japonês

Festival promovido pela rede Cinépolis exibe, desta quinta-feira (22) até a próxima quarta-feira (28), clássicos do gênero, como ‘O Chamado’, com sessões às 21h, nos shoppings Manaus Plaza e Ponta Negra

Manaus – Sete dias. A sentença mortal da personagem Samara, em ‘O Chamado’, se tornou um marco na cultura pop com o filme americano de 2002, dirigido por Gore Verbinski, baseado na obra do autor japonês Koji Shiraishi. A história, no entanto, já havia virado filme antes, pelas mãos do cineasta Hideo Nakata, em 1998, no Japão.

Lançado em 1998, ‘O Chamado’ (foto) ganhou uma versão ocidental, em 2002, dirigida por Gore Verbinski (Foto: Divulgação)

O longa-metragem original chamou a atenção, a ponto de ganhar uma versão no Ocidente, e, assim, se tornou o primeiro grande filme comercial a levar o gênero do terror japonês, o chamado J-Horror, para o mundo.

Mais de 15 anos depois, ‘O Chamado’, o primeiro, do Japão, volta para as telas de cinema brasileiras para um festival com sete filmes que tiveram destaque nesse subgênero, desde então. Desta quinta-feira (22) até a próxima quarta-feira (28), 40 salas da rede Cinépolis em todo o País — incluindo as dos shoppings locais Manaus Plaza e Ponta Negra — vão receber o JFX Horror – Festival de Horror Japonês.

A cada dia de festival, um dos filmes selecionados terá uma sessão às 21h, de forma simultânea em todos os cinemas participantes. O JFX é uma iniciativa da Sato Company, distribuidora de conteúdo audiovisual japonês no Brasil.

A maratona de filmes começa com títulos recentes da franquia de ‘O Chamado’, os longas ‘A Invocação’ e ‘A Invocação 2’, de 2012 e 2013, que serão exibidos, hoje e amanhã, respectivamente. Ambos foram dirigidos por Tsutomu Hanabusa e têm como foco a personagem Sadako Yamamura, que, nos filmes americanos, foi renomeada para Samara.

Em seguida, é a vez do encontro da franquia de O Chamado com outra série de sucesso no Japão: ‘O Grito’. Dirigido por Koji Shiraishi, o filme ‘O Chamado vs. O Grito’, de 2016, traz um fantasma que surge da fusão das duas personagens demoníacas das séries, Kayako Saeki e a Sadako Yamamura.

No dia 25, será exibido ‘O Grito 3’, de Masayuki Ochiai. Nos dias posteriores, os clássicos ‘O Chamado’ e ‘O Chamado 2’ retornam ao cinema, nos dias 26 e 27. Encerrando o festival, no dia 28, está o filme ‘Kotodama – A Maldição’, também do cineasta Masayuki Ochiai.

Apenas ‘Kotodama’ e ‘O Grito 3’ terão legendas em português. O restante dos filmes será apresentado com cópias dubladas. Os ingressos estão disponíveis nas bilheterias de cada sala de cinema.

Anúncio