Ameaça de massacre em escola pública em Manaus foi trote de aluno

Crime pode ser punido com detenção de até seis meses para o infrator

Manaus – A ameaça de massacre à Escola Municipal Villa Lobos, que fica na Rua Sátiro Dias, bairro São Francisco, zona sul de Manaus foi um trote realizado por um aluno. A informação foi confirmada pela  1º Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

(Foto: Reprodução)

Um áudio com voz adulta e masculina, compartilhado em grupos de aplicativo de mensagem, informava que um massacre estava para acontecer na unidade de ensino, onde homens armados já estariam preparados para a ação criminosa.

“Os caras tão tudo armado lá dentro e querem fazer um massacre, um monte de pai, um  monte mãe estão tudo chorando aqui. Avisa aí para as autoridades, aos órgãos de controle, pra todo mundo ir pra lá, pro são Francisco, pra escola Vila Lobos, informa o aúdio.

Policiais da 1º Cicom, informaram que tudo não passou de uma brincadeira de um aluno e a possibilidade de massacre foi descartada.

De acordo com o artigo 266 do Código Penal Brasileiro, passar trote para serviços de emergência é crime e o infrator pode pegar de um a seis meses de detenção.

Ouça o áudio:

Anúncio