Cabo suspeito de assassinar a tiros sargento da PM em Manaus alega legítima defesa

O cabo Jean Robert Silva do Nascimento prestou depoimento à polícia na tarde desta quarta-feira (29) e foi liberado

Manaus – O cabo Jean Robert Silva do Nascimento, suspeito de ter assassinado o sargento da Polícia Militar do Amazonas (PM-AM), na madrugada de quarta-feira (29), se apresentou à polícia e alegou legítima defesa. O crime aconteceu no bairro Petrópolis, zona sul de Manaus.

Cabo suspeito de assassinar a tiros sargento da PM em Manaus alega legítima defesa (Foto: Reprodução)

Jean Robert, que é cabo da Secretaria Executiva Adjunta de Operações (Seaop), se apresentou na Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) acompanhado de advogados e foi interrogado. Em depoimento, o cabo alegou que efetuou cinco disparos de arma de fogo contra o sargento para se defender de uma confusão envolvendo a irmã dele, a esposa da vítima, que também é policial, e Tiago.

Após prestar depoimento, o cabo foi liberado ainda na tarde da quarta-feira (29). A Polícia Civil informou através de uma nota que mais informações não podem ser repassadas para não atrapalhar os trabalhos da investigação.

Caso

O policial militar, Tiago Jorge de Deus Melo, 35, foi assassinado a tiros por volta de 1h40 desta quarta-feira (29) no bairro Petrópolis. O PM tinha acabado de chegar em casa acompanhado da esposa e se envolveu em uma confusão com vizinhos.

Anúncio