Caçadores desaparecidos em Urucará são considerados fugitivos, diz SSP

Um dos homens tem sete passagens pela polícia; indícios apontam que os três tomam cuidados para não serem localizados

Manaus – Os três homens que desapareceram no município de Urucará (a 261 quilômetros de Manaus) podem ser fugitivos, conforme informou a Secretaria de Segurança Pública do Amazonas (SSP-AM) nesta terça-feira (22).

Por meio de nota, o órgão informou que os rastros dos homens indicam fuga, de acordo com o relatório das equipes que foram enviadas para a região. Por esse motivo, a SSP-AM alterou o status da operação para ação de busca e captura.

(Foto: Divulgação)

Segundo a nota, com a ativação do Centro Integrado de Comando e Controle Local (CICC-L) em Urucará, as forças de segurança levantaram os vestígios dos desaparecidos em área de mata. As equipes policiais seguiram rastros que foram encontrados dos três homens na região, mas os detalhes apontam que os perdidos tomam cuidados para não serem localizados.

Um dos homens possui sete passagens pela polícia nos municípios de Tefé e Parintins pelos crimes de roubo, estupro de vulnerável, furto e roubo majorado. Em nome do autor há dois mandados, sendo um de prisão expedido pela 2ª Vara da Comarca de Tefé em 10 de julho de 2019, além de outro mandado de recaptura expedido pela Promotoria Pública de Tefé em 28 de junho de 2021, sendo considerado foragido.

Por esse motivo, a SSP-AM desativa o CICC-L em Urucará. No entanto, o caso continua sendo acompanhado por uma investigação policial com o objetivo de localizar os caçadores. Mais informações não podem ser repassadas para não atrapalhar o trabalho das equipes.

Morte cadela policial

Durante os trabalhos de busca, a cadela Honda, do canil da Polícia Militar do Amazonas, morreu após lutar com uma onça para proteger a equipe. O caso aconteceu no dia 16 de fevereiro. A equipe estava descansando no acampamento, quando a cadela percebeu que a onça estava rondando o acampamento, já se preparando para atacar. Após lutar com a onça, Honda ficou muito ferida e acabou não resistindo e morreu. Ela foi enterrada no meio da floresta, com muitas honras. A Polícia Militar fez uma homenagem à cadela.

Anúncio