Caseiro preso por assassinar patrão no AM alega dívidas em salários atrasados

O crime ocorreu no dia 21 de abril deste ano, na Rodovia Federal BR 174, quilômetro 23

Manaus – O caseiro Ednaldo Oliveira de Freitas, 45, foi preso suspeito de ser ter assassinado o próprio patrão, Antônio Francisco Lopes de Souza, 53. Ele confessou o crime e alegou que a motivação foi uma dívida de 8 meses de salários mínimos que a vítima tinha com ele. O crime ocorreu no dia 21 de abril deste ano, na Rodovia Federal BR 174, quilômetro 23.

De acordo com o delegado Ricardo Cunha, titular da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), na ocasião do crime, Ednaldo estava pescando, no momento em que houve um desentendimento com o patrão e o suspeito pegou uma arma de fogo e efetuou um tiro na cabeça da vítima.

“Na versão que ele alega, aqui na delegacia, o patrão estava devendo oito meses de salários mínimos atrasados e ele não aguentou essa pressão e por essa razão pegou a espingarda e tirou a vida do patrão com um tiro na nuca”, explicou o delegado.

Ednaldo, após cometer o crime, jogou o corpo de Antônio no lago e fugiu do local. No domingo (26), o suspeito se apresentou na especializada, ocasião em que foi cumprida uma decisão judicial em seu nome. Ele responderá por homicídio e ficará à disposição do Poder Judiciário.

Anúncio