Vídeo: com bilhete de facção, corpo é encontrado em igarapé no Jorge Teixeira

A vítima foi morta a tiros e tinha várias perfurações de faca pela região do pescoço, rosto e barriga

Manaus – Um homem não identificado, com idade entre 18 a 25 anos, foi encontrado morto a tiros e várias perfurações de faca na região do pescoço, rosto e barriga, na manhã desta quarta-feira (17) por moradores que residem nas proximidades da rua 5 de maio, bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.

Um bilhete foi deixado ao lado do corpo da vítima com a sigla de uma facção e o nome ‘Adriano’. O homem foi encontrado em um igarapé de difícil acesso, próximo a uma grande plantação de horta.

Segundo o delegado adjunto da Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS), os moradores relataram que na área foram ouvidos vários tiros na madrugada desta quarta-feira (17), e que a principal linha de investigação será o tráfico de drogas uma vez que foi deixado um bilhete na cena do crime.

“A característica principal agora será o tráfico de drogas. A gente vai aguardar a perícia chegar para verificar se tem tatuagem pelo corpo e documentos no bolso. Nesse exato momento a gente não pode se aproximar do corpo até a perícia chegar. Mas, tem algumas pessoas desaparecidas com essas mesmas caracterísiticas. Temos três rapazes desaparecidos quem sabe não seja um deles”.

“Geralmente locais assim, são locais de desova, mas nesse caso o homicídio foi aqui  devido a própria população falar que ouviu vários tiros. Aqui é uma área muito afastada, uma área de horta da cidade, então é bem calmo durante a noite, os tiros foram ouvidos praticamente por toda essa região. A PM foi acionada rapidamente, tentou cercar a  área, mas como aqui tem muito ponto de fuga não deu pra pegar”, disse o delegado .

Ainda sobre o homem, o delegado disse que possivelmente ele tenha sido torturado antes de morrer.

“Geralmente nesses casos de tráfico de drogas, tem uma tortura antes, provavelmente ele foi muito torturado aqui. Isso já tá virando uma situação que quando a gente chega no local e vê uma situação dessa, já é ligado ao tráfico de drogas”, concluiu o delegado

A Polícia Militar da 30° Companhia Interativa Comunitária (Cicom) foi acionada pelo 190 para atender a ocorrência.

O crime deve ser investigado pela Delegacia de Homicídios e Sequestros (DEHS).

Veja vídeo:

Anúncio