Em Manaus, mãe suspeita de matar filho de 2 anos após criança quebrar maquiagem é presa

Durante seu relato, a mãe confirmou a agressão e sua motivação, não demonstrando nenhum arrependimento

Manaus –  Karoline Guimarães Girão, 23, foi presa suspeita de ter espancado com uma “ripa” e matado o próprio filho de 2 anos. A prisão ocorreu na manhã deste sábado no bairro Tarumã, zona oeste de Manaus. A criança morreu no última sexta-feira (11) no Hospital e Pronto-Socorro Platão Araújo.

Caso foi registrado na Depca (Foto: Divulgação / Jael Lucena GDC)

De acordo com a delegada Patrícia Leão, plantonista da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), as equipes receberam a informação de que a infratora teria fugido da residência em que morava, para uma casa no bairro Tarumã, zona oeste.

Ainda de acordo com Patrícia, na ocasião do crime a mãe teria agredido o filho com uma ripa, dias antes dele morrer, por ele ter quebrado alguns de seus itens de maquiagem. Após as agressões, a criança começou a sentir febre e vomitar e a mãe a tratou com antitérmicos. Na sexta-feira (11), à noite, a vítima deu entrada no Hospital e Pronto-Socorro (HPS) Platão Araújo, onde foi constatada sua morte.

Os funcionários do hospital desconfiaram de uma possível agressão ao bebê e acionaram a polícia militar. A mãe foi conduzida à delegacia e prestou esclarecimentos. “Durante seu relato, a suspeita confirmou a agressão e sua motivação, não demonstrando nenhum arrependimento, nenhum remorso, prestou o interrogatório totalmente relaxada, uma frieza que me assusto”, ressaltou a autoridade policial.

A jovem teve o mandado de prisão preventiva, solicitado à Justiça, expedido no dia 17 de março de 2022. Ela responderá pelo crime de lesão corporal seguido de morte e ficará à disposição da Justiça.

 

Anúncio