Enfermeiro é encontrado morto com sinais de estrangulamento em Manaus

O enfermeiro tinha desaparecido na terça-feira (27) após deixar a esposa e o filho na escola

Manaus – O enfermeiro José de Arimateia Alves Pereira, 48, foi encontrado morto na tarde desta quarta-feira (28) em uma área de mata no Distrito Industrial, zona sul de Manaus. A vítima estava desaparecida desde a manhã da terça-feira (27) após ele deixar a esposa e o filho na escola.

Ainda na terça-feira (27), de acordo com a família de José, ele iria se arrumar para ir para o trabalho e desde então ninguém soube mais informações. O carro da vítima foi encontrado em um posto de combustível na Avenida Buriti na noite de terça.

Depois de acionarem a polícia sobre o desaparecimento, os familiares resolveram realizar buscas em uma área de mata próximo ao condomínio onde José morava. Um sobrinho da vítima foi quem encontrou o corpo jogado na mata com possíveis marcas de estrangulamento.

O Instituto Médico Legal foi acionado (IML) para fazer a remoção do corpo. A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) investiga o caso.

Nota de pesar

José de Arimatéia Alves Pereira era servidor da Secretaria Municipal de Saúde (Semsa) desde 2002 e exercia suas atividades na Unidade Básica de Saúde (UBS) L-18, localizada no Parque Mauá, na zona Leste da capital.

O prefeito de Manaus, David Almeida, divulgou uma nota de pesar.

“Lamentamos esse ocorrido e nos solidarizamos com os familiares, amigos e colegas de trabalho do servidor, que nesse momento passam por dor e tristeza”, disse David Almeida.

O prefeito também espera que as causas da morte sejam esclarecidas o mais rápido possível e todas as providências cabíveis sejam tomadas para que seja feita a justiça.

Anúncio