Gerente foi morto com 34 facadas e teve carro e celular roubados em Manaus

O crime ocorreu no dia 8 de fevereiro. Um homem e um adolescente foram presos

Manaus – Lucas da Silva, 20, foi preso e um adolescente, 16, apreendido, na quinta-feira (22) pela morte de Adelilson de Souza Boscheto, que tinha 45 anos, em Manaus. A vítima que trabalhava como gerente foi morta com 34 facadas e teve seu carro e celular roubados.

(Foto: Divulgação)

O crime ocorreu no dia 8 de fevereiro deste ano, na rua Comendador Joaquim Gonçalves de Araújo, bairro Santo Antônio, zona oeste de Manaus.

De acordo com o delegado Thomaz Vasconcelos Dias, titular da Delegacia Especializada de Roubos, Furtos e Defraudações (DERFD), na ocasião do crime, os autores desferiram 34 facadas na vítima, e roubaram um veículo e um aparelho celular, que já foram recuperados.

“As investigações iniciaram logo após o crime e resultaram na identificação dos autores. Com base nisso, foi representada à Justiça pela prisão de Lucas, e a ordem judicial foi decretada na segunda-feira (19/02), pela Central de Plantão Criminal”, explicou o delegado.

Ainda conforme a autoridade policial, durante diligências realizadas nesta quinta-feira, Lucas da Silva e o adolescente foram localizados no bairro Compensa, zona oeste.

Procedimentos

Lucas responderá por latrocínio e ficará à disposição da Justiça. Já o adolescente por ato infracional análogo a latrocínio, foi encaminhado à Delegacia Especializada em Apuração de Atos Infracionais (Deaai), para a realização dos procedimentos cabíveis.

Anúncio