Homem se disfarça de gari para matar integrante de facção que agrediu namorada

Homem teria recebido a “permissão” de outra facção para matar o agressor e recebeu fardamento, arma e ajuda de pistoleiro

Manaus – Claudemir Costa dos Santos foi preso nesta quarta-feira (21) suspeito de estar envolvido em um tiroteio no Centro de Manaus.

(Foto: Divulgação)

Segundo informações da Polícia Militar, durante patrulhamento na Orla de Manaus, a equipe viu dois homens vestidos de gari em atitude suspeita, que fugiram após avistarem a viatura.

Um dos homens conseguiu fugir e o outro pulou no rio, mas foi preso. O homem relatou à polícia que a namorada dele foi torturada na noite desta terça-feira por um integrante de facção criminosa. Para se vingar, o homem teria recebido permissão de outra facção para matar o agressor da namorada.

O suspeito então recebeu o uniforme de agente de limpeza pública, uma arma e teve ajuda de um pistoleiro que também estava vestido de gari.

Quando os dois foram até o local, já eram aguardados pelos rivais. Houve troca de tiros, mas ninguém ficou ferido. O suspeito foi preso por associação criminosa. A polícia investiga o caso.

Anúncio