Jovem morto por facção foi confundido com ladrão de moto em Manaus

Os integrantes da facção mataram o jovem a tiros e jogaram seu corpo em um igarapé; Um suspeito foi preso

Manaus – Alisson Guilherme Araújo, 19, foi assassinado após ter sido confundido por integrantes de uma facção criminoso como um ladrão de motocicleta em um bar no bairro Centro, zona sul da cidade.  Diogo Ferreira Garcia, 22, conhecido como “DG”,  foi preso nesta quinta-feira (4), por envolvimento na morte do jovem.

(Foto: Rabesh Mayan GDC)

A vítima saiu de casa no dia 6 de abril de 2023 para encontrar um amigo no bar localizado no Centro. Seu corpo foi encontrado três dias depois, no igarapé do São Raimundo, no bairro Aparecida.

De acordo com a delegada Marilia Campello, adjunta da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), informou que Alisson não tinha nenhum envolvimento com o crime.

A delegada explicou que momento em que estava saindo do bar a motocicleta de Alisson não funcionou e ele precisou empurrar o veículo. E foi quando ele foi abordados pelos criminosos.

“Esse crime foi dividido em três fases. Na primeira, essa vítima sai do bar com um amigo, ele estava empurrando a moto com o amigo dele porque o veículo não estava ligando. Quando chega dois traficantes e um mototaxista e acham que a vítima estava roubando a moto no Centro mesmo com a vítima falando que ele estava empurrando a moto que estava no ‘prego’. O Daniel, que é o procurado, agrediu a vítima e deu coronhadas na cabeça dele”, disse a delegada.

Ainda segundo a polícia, os suspeitos pegara a motocicleta de Alisson e levaram para frente de uma pensão localizada na rua Lobo D’Almada.

“A vítima foi socorrida por familiares do amigo, levada para o hospital do São Raimundo por volta de 1h40. Já por volta das 3h, Alisson saiu do hospital sem alta médica, ele se evadiu do local e foi até o Centro procurar a motocicleta dele. Neste momento, as imagens de câmeras de segurança flagraram que dois suspeitos puxaram ele para dentro da pensão e ele ficou lá cerca de 40 minutos com o Diego e o Daniel, e outras pessoas”, explicou a autoridade policial.

Após isso, Alisson foi colocado  dentro de um táxi, esse taxista também tinha mandado de prisão no nome dele, mas ele já morreu. Dentro do carro ainda estavam, um suspeito chamado de ‘Diabo Loiro’, que também já morreu, e os suspeitos Diogo e Daniel. Depois eles voltam sem essa vítima que já tinha sido morta a tiros e jogada dentro do igarapé do São Raimundo”, completou a delegada.

A polícia informou que Diogo e o Daniel são integrantes de uma facção criminosa que atua no Centro da cidade e tem o poder de decidir se matariam ou não essa vítima.

Em depoimento à polícia, Diogo colocou a culpa em Daniel, que está foragido, mas, segundo as investigações, não há dúvidas de que ele participou. A delegada informou que mototaxista que levou a moto não participou do crime.

Agora, a polícia procura Daniel Alejandro Sales Martinez, suspeito de envolvimento no mesmo crime.

Diogo Ferreira Garcia responderá por homicídio qualificado. Ele passará por audiência de custódia e ficará à disposição da Justiça.

PROCURADO: homem é suspeito de matar jovem e jogar corpo em igarapé

Anúncio