Mãe e filha são resgatadas após serem torturadas por facção em Manaus

Dois homens envolvidos no sequestro e cárcere privado das vítimas foram presos

Manaus – Na noite de terça-feira (20), dois homens, de 21 e 28 anos, foram presos por sequestro e cárcere privado, no Centro, zona sul de Manaus. As vítimas seriam mãe e filha que foram torturadas por integrantes de facção.

(Foto: Divulgação/PMAM)

Por volta das 23h30, a Força Tática recebeu denúncia informando que uma mulher estaria sendo torturada por integrantes de uma facção criminosa e que a filha dela, uma adolescente de 14 anos, estaria sendo mantida em cárcere privado, num apartamento de um edifício localizado na rua Lobo D’Almada, no Centro.

As equipes policiais foram ao local informado onde viram um homem com as mesmas características repassadas na denúncia. Ao perceber a presença das viaturas, o suspeito tentou invadir um outro apartamento para se esconder, mas foi capturado.

Na abordagem, ele apontou qual o apartamento estavam as duas vítimas. Durante revista pessoal foi encontrada, na cintura dele, uma pistola calibre 380 com 15 munições e uma porção média de maconha tipo skunk. No apartamento onde acontecia o crime foram encontradas mais duas armas de fogo, várias munições de calibres diversos, três coletes balístico e drogas.

A mulher informou aos PMs da Força Tática que o segundo suspeito estaria escondido em um outro edifício. Imediatamente, equipes foram até o local apontado onde o segundo suspeito do crime de tortura foi preso.

Na ação foi apreendida uma pistola calibre 380 com a numeração suprimida; uma pistola sem marca calibre 380; um revólver calibre 38 com a numeração suprimida; ⁠35 munições de calibre 9milímetros; ⁠38 munições de calibre 380; ⁠33 munições calibre 38; ⁠50 munições calibre 40; três coletes balísticos sem numeração; sete aparelhos celulares; um cordão metálico de cor amarela, além de drogas.

Os dois homens receberam voz de prisão e foram conduzidos, juntamente com o material apreendido, ao 1º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Denúncia

A Polícia Militar do Amazonas orienta a população que informe imediatamente ao tomar conhecimento de qualquer ação criminosa, por meio do disque denúncia 181 ou pelo 190. A identidade do denunciante será mantida em sigilo.

Anúncio