Mãe e filho são suspeitos de matar jovem de 22 anos em Goiás

A polícia suspeita que o corpo da vítima tenha sido submetido a um ritual

Goiás – Uma mulher e seu filho são suspeitos de ter matado uma jovem de 22 anos a tiros e depois colocado fogo no corpo, no estado de Goiás. A polícia suspeita que o corpo de Ana Beatriz Barbosa tenha sido submetido a um ritual. O filho foi preso, e a mãe, indiciada.

(Foto: Reprodução/Record TV)

O corpo de Ana Beatriz foi encontrado em uma chácara abandonada, cinco dias após ela ter desaparecido. O inquérito policial só pôde ser concluído depois que a polícia localizou o filho, na cidade de Paracatu (MG). A mãe foi indiciada sob suspeita de ter ajudado no crime.

A mãe da vítima, Antonia Monica Santos, afirmou ao Cidade Alerta que Henrique, o suspeito, fazia ligações para a filha em que dizia que a amava e a faria feliz. “Que amor é esse, me diz?”, questionou ela.

Segundo o delegado do caso, Taylor Brito, uma terceira pessoa, que possivelmente ajudou na ocultação do cadáver e na realização do ritual, foi localizada.

“Minha vida acabou, nunca mais vou ser a pessoa que eu era”, afirmou a mãe de Ana Beatriz, que sofre de depressão e ansiedade após a perda da filha.

Anúncio