Motorista de aplicativo persegue e mata ladrão após ser assaltado, diz PM

Homens, apontados por moradores como assaltantes, foram perseguidos por um motorista de aplicativo que havia sido assaltado

Manaus – Um homem, identificado pela polícia como Reden Barroso Soares, 27, foi atropelado e morto, com pauladas e pedradas pelo corpo, na Rua São Zeferino, bairro Monte das Oliveiras, zona norte de Manaus, na noite desta quarta-feira (15).

O homem e um comparsa que conseguiu fugir são suspeitos de fazer assaltos no bairro, quando foram perseguidos por uma das vítimas do roubo, segundo informou o tenente Abraão Silva, da 26ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Homem era monitorado por meio de uma tornozeleira eletrônica (Foto: Cristiano Ximenes/GDC)

O tenente disse que Reden era presidiário do regime semiaberto e era monitorado, por meio de uma tornozeleira eletrônica, pela Secretaria de Administração Penitenciária (Seap).

Ainda de acordo com Silva, o homem foi assassinado pelos moradores que ficaram revoltados com o assalto. Foram roubados um telefone celular de um motorista de aplicativo de transporte pago. A dupla foi perseguida pelo motorista, que estava armado, e atropelou os dois homens que tentavam fugir em uma motocicleta roxa, de placa NOU-5601.

“A população percebeu que se tratava de um assalto e decidiu fazer justiça com as próprias mãos. O suspeito que fugiu estava com uma arma de fogo e rendeu uma pessoa que passava no local em uma motocicleta; usou o veículo para escapar”, disse o tenente.

Pedaços de madeira foram deixados ao lado do corpo do homem assassinado. O motorista, apontado como vítima do assalto, não foi localizado. Peritos do Departamento de de Polícia Técnico-Cientifica (DPTC) estiveram no local, junto com policias civis da Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS), que vai abrir um inquérito para investigar o caso.
O corpo do homem foi levado para o Instituto Médico Legal (IML).

Anúncio