Mulher sai para visitar irmã e é assassinada a tiros no Centro de Manaus

Segundo o marido da vítima, a mulher pode ter sido confundida com outra pessoa

Manaus –  Gracimarlei Gomes Marinho, 39, foi assassinada a tiros na tarde desta terça-feira (9), na Rua Quintino Bocaiúva, no Centro de Manaus. A ocorrência foi atendida pela equipe da 24ª Companhia Interativa Comunitária (Cicom).

Conforme informações do marido da vítima, a mulher disse que iria até a casa da irmã e saiu levando a filha de 2 anos. De repente, o homem ouviu tiros que vinham da rua. “Sentei na cama, quando eu sentei me espantei com tiros. Aí pensei ‘foi minha mulher’. A minha cunhada chegou chorando, dizendo que acabaram de matar a irmã”, disse o marido da vítima.

Testemunhas informaram à Polícia Militar que a mulher estava em frente a um prédio de kitnets quando dois suspeitos chegaram em uma moto modelo CB 300 de cor vermelha e atiraram contra ela. A vítima ainda tentou correr e entrou no local que tem um longo corredor, mas foi perseguida e morta. A moto foi abandonada logo após o crime e os suspeitos fugiram a pé. A criança não foi atingida pelos disparos e foi levada pela avó.

Segundo o delegado Daniel Vezzani, a vítima foi atingida por 10 disparos de arma de fogo. No local do crime, foi encontrado um cartucho deflagrado de calibre 9mm.

O marido da vítima acredita que ela pode ter sido confundida com outra pessoa. “Ela não devia ninguém. Confundiram minha esposa com alguém. Esses caras que fizeram isso com minha esposa eles vão pagar da mesma forma”, desabafou o homem.

A Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) vai investigar o crime. O Instituto Médico legal (IML) fez a remoção do corpo da vítima.

Anúncio