Pedestres que morreram atropelados por carro desgovernado são identificados

O motorista do carro fugiu, e dentro do veículo foram encontradas várias latinhas de cerveja

Manaus – Marcelo Fernandes Vieira de Souza, 23, e Marcos Sales de Oliveira (idade não revelada), morreram na noite deste domingo (7) atingidos por um carro desgovernado, e em alta velocidade, enquanto caminhavam pela Avenida Margarita, bairro Cidade de Deus, zona norte de Manaus.

Na manhã desta segunda-feira (8), os familiares das duas vítimas, se reuniram em frente a sede do Instituto Médico Legal (IML), no bairro Cidade Nova, para tratar dos últimos procedimentos na liberação dos corpos.

De acordo com o seu Melque Amazonas, tio de Marcelo, o rapaz tinha saído de casa para ir comprar algo para comer e depois de horas não retornou mais. A notícia da morte se deu através de uma sobrinha, que por volta de 22h30, estava assistindo uma live por uma rede social e no momento em que viu a foto do rapaz jogado ao chão, correu para mostrar aos tios que logo o identificaram.

Já a mãe de Marcos Sales de Oliveira, informou que ele morava na comunidade Alfredo Nascimento, era filho único,  fazia uso de drogas e tinha saído com um amigo para caminhar. A mulher relatou que, com o desaparecimento do filho resolveu ir até o Instituto Médico Legal (IML) durante esta manhã, mas não imaginava que fosse o encontrar em um das gavetas da sede.

As vítimas não se conheciam e estavam passando pela Avenida por acaso.

Testemunhas informaram que os dois estavam subindo a ladeira quando foram atropelados na calçada por carro de cor prata, que arrancou a grade de proteção da reserva Adolfo Ducke e invadiu a mata. O motorista do carro fugiu, e dentro do veículo foram encontradas várias latinhas de cerveja.

Segundo informações, o advogado do causador do acidente foi até o 6° Distrito Integrado de Polícia (DIP) para informar que o suposto atropelador se entregará nesta segunda na delegacia.

Marcelo Vieira morava com os tios em Manaus há pouco tempo. Ele tinha um filho de 3 anos e seu corpo será encaminhado para o seu Estado, no município de Óbidos, no Pará.

Marcos Sales não deixa filhos e possivelmente será velado na casa da mãe dele no bairro Nova Cidade.

Anúncio