Polícia encontra adolescentes em casa de prostituição no Alvorada

Duas adolescentes, de 13 e 15 anos, eram aliciadas pelos donos da casa

Manaus – Um casal foi preso na manhã desta segunda-feira (5), suspeito de manter uma casa usada como ponto de prostituição, na Rua 8 do bairro Alvorada, zona centro-oeste de Manaus. Duas adolescentes, de 13 e 15 anos, estavam entre as mulheres, conforme informações do delegado Raul Neto, do 12º Distrito Integrado de Polícia (DIP).

Polícia chegou até os infratores após denúncia feita por familiares de uma das menores (Foto: Divulgação/PC)

A suspeita é que uma das vítimas esteja grávida, mas até o início da noite desta segunda-feira, elas prestavam depoimento na sede da delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), segundo a delegada Joyce Coelho, titular da especializada.

O casal foi identificado como Fábio Dias de Almeida, 38; e Larissa Moura de Souza, 30, presos em flagrante, após os policiais constatarem que as vítimas estavam morando na residência.

De acordo com o delegado Raul Neto, às 9h30 desta terça-feira (6), ele vai passar detalhes sobre o caso, e os procedimentos e crimes cometidos pelo casal, na sede da Delegacia Geral da Polícia Civil, no bairro Dom Pedro, zona centro-oeste da capital.

blank

Larissa Moura de Souza, 30; e Fábio Dias de Almeida, 38, foram presos em flagrante (Foto: Divulgação/PC)

Denúncia

Segundo os policiais do 12º DIP, familiares da vítima de 13 anos, denunciaram o desaparecimento da menina, e conseguiram identificar a casa onde ela estava morando, no bairro Alvorada. Conforme relatos da família, os agenciadores teriam oferecido dinheiro para que a adolescente se prostituísse.

O delegado Raul Neto, não confirmou a informação, mas a denúncia é que o casal obrigava as adolescentes a cobrarem R$ 70 por programa.

Durante a ação, outras mulheres que atuavam na residência como garotas de programa, também foram levadas para o 12º DIP, para prestar depoimento sobre o caso.

Anúncio