Policial acusado de matar lutador já foi condenado por agressão e desacato

Henrique Otávio Oliveira Velozo envolveu-se em uma briga em boate e deu dois socos em outro policial

São Paulo – O policial militar Henrique Otávio Oliveira Velozo, 30, acusado de matar o lutador Leandro Lo, 33, com um tiro na cabeça, já foi condenado por desacato e agressão. O caso também foi registrado em uma boate de São Paulo.

(Foto: Reprodução / Instagram)

Em 2017, o tenente brigou dentro de uma boate e, do lado de fora, desacatou e agrediu policiais que foram acionados para atender a ocorrência.

O tenente foi condenado a nove meses de prisão em regime aberto. O PM xingou e deu um soco no braço de Flávio, seu colega de farda.

O tenente estava dificultando a imobilização e foi para cima dos policiais, segundo depoimento da vítima. Seguranças do local conseguiram contar o PM e tiraram a arma que ele levava na cintura.

O policial Flávio então esticou o braço e pediu para que ele permanecesse longe, e Henrique respondeu com dois socos que atingiram o braço e outro no maxilar de raspão. A denúncia foi apresentada no dia 25 de junho de 2019 ao Tribunal de Justiça Militar de São Paulo. A sentença foi proferida em 13 de maio de 2021.

Anúncio