Presos por capturarem vítimas para ‘tribunal do crime’ são transferidos para Manaus

Os presos foram transferidos do município de Rio Preto da Eva para Manaus

Manaus – Oito detento que estavam custodiados na delegacia de Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus) foram transferidos para uma unidade prisional da capital. Cinco deles estavam presos por terem capturado vítimas que passariam por um “Tribunal do Crime” no município. Os outros três indivíduos estavam custodiados na delegacia por crimes ocorridos em datas distintas.

Presos por capturarem vítimas para ‘tribunal do crime’ são transferidos para Manaus (Foto: Divulgação – Polícia Civil)

De acordo com o delegado Henrique Brasil, titular da 36ª Delegacia Interativa de Polícia (DIP) de Rio Preto da Eva, os cinco presos integram uma organização criminosa, e foram presos em flagrante na noite de quarta-feira (24), com o apoio da Polícia Militar do Amazonas (PMAM), após diligências em torno de uma disputa por territórios naquela localidade.

Os presos foram identificados como Adanilson Alves Pinheiro, conhecido “BK”; Ana Paula Caldeira de Medeiros, chamada de “Tokio”; Felipe Ferreira de Jesus; Karen Alves Pinheiro e Rozelane dos Santos Noronha. Eles foram presos em uma comunidade indígena, em posse de duas pessoas que passariam por uma espécie de ‘Tribunal do crime’. Uma adolescente de 15 anos foi apreendida ajudando os criminosos.

Já Aldeney Rodrigues de Lima, José Augusto Pereira dos Santos, o “Gugu”, e Thaliel Oliveira de Andrade, conhecido “Pivete”, já estavam na delegacia e também foram transferidos.

Anúncio