Tio é preso suspeito de estuprar três vezes a sobrinha de 8 anos em Manaus

A polícia informou que o homem já responde a um outro estupro de vulnerável também no meio familiar

Manaus – Um homem de 26 anos foi preso, na quarta-feira (25), suspeito de abusar sexualmente da própria sobrinha, uma criança de 8 anos. A ocorrência aconteceu no fim de dezembro de 2022 e o indivíduo foi encontrado no bairro Jorge Teixeira, zona leste de Manaus.

O caso de estupro foi registrado na Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca) (Foto: Laís Silva Arquivo D24AM)

Conforme a delegada Joyce Coelho, titular da Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente (Depca), o crime ocorreu quando a vítima foi passar as festas de fim de ano com a família paterna; e no dia 30 de dezembro, a mãe recebeu uma ligação informando que a criança estava sentindo dores nas partes íntimas, momento em que a menina revelou que havia sofrido uma sequência de abusos sexuais cometidos pelo tio.

“Trata de uma criança que foi passar o período natalino com a família paterna. Essa criança foi abusada três vezes por esse homem que é irmão do pai dela. A criança não conseguiu passar o ano novo com a família porque se queixou de muitas dores nas partes íntimas e foi levada para a casa da mãe”, explicou a delegada.

Ainda segundo a autoridade policial, no dia seguinte ao crime, o pai da menina compareceu junto com a mãe na Depca para fazer o registro da ocorrência e acompanhou para fazer todos os protocolos. Diante da proximidade desse autor da vitima foi pedida a prisão preventiva dele. O homem prestou depoimento e negou o crime.

“Ele negou a autoria dos abusos, mas ele acabou relatando vários fatos que com toda a circunstância a gente acaba atestando a veracidade do depoimento da criança. Ele chega a dizer que a criança se insinuou pra ele ficando deitada em uma maca que tinha no quarto”, contou a delegada.

A polícia informou que o homem já responde a um outro estupro de vulnerável também no meio intra familiar e ele também responde por violência doméstica quando tentou incendiar a casa da ex-mulher.

O homem foi indiciado por estupro de vulnerável e vai ser encaminhado para audiência de custódia onde ficará a disposição da Justiça.

Anúncio