Vídeo: homem é preso por pintar feijão fradinho de verde e vender mais caro como feijão corda

Segundo a polícia, enquanto o fradinho custa, em média, R$ 6,50, o de corda pode ser comprado a R$ 27,50

Rio de Janeiro – Um homem de 43 anos foi preso acusado de pintar de verde o feijão fradinho para ser vendido como se fosse do tipo corda. De acordo com a polícia, o truque aumentava o lucro do comerciante. Além da prisão, a polícia também interditou um imóvel onde funcionava a produção clandestina de feijões na Gamboa, região central do Rio de Janeiro, na segunda-feira (12).

(Foto: Divulgação / Polícia Civil RJ)

Policiais da Delegacia do Consumidor (Decon) chegaram ao local após denúncias. No terraço, os agentes encontraram equipamentos utilizados para manuseio e manipulação do tingimento do produto.

Um levantamento da própria polícia apontou que a diferença no valor de venda dos tipos de feijão chega a passar de R$ 20. Enquanto o fradinho custa, em média, R$ 6,50, o de corda pode ser comprado a R$ 27,50.

O suspeito foi preso no momento em que comercializava os feijões em uma feira em Vilar dos Teles, na Baixada Fluminense. Segundo a Polícia Civil, ele admitiu que também atuava em São Gonçalo, na região metropolitana. Aos agentes, o homem declarou, ainda, que a fraude começou em São Paulo e, há cerca de um ano, a trouxe para o Rio.

Veja vídeo:

Anúncio