Vigilante é preso suspeito de assassinar servidora pública em Manaus

A prisão ocorreu na manhã desta terça-feira (31)

Manaus – O vigilante identificado apenas como Caio foi preso nesta terça-feira (31) suspeito pelo assassinato da servidora do Tribunal Regional do Trabalho (TRT), Silvanilde Ferreira Veiga, 58. A servidora foi encontrada morta no dia 21 de maio dentro de seu apartamento no Condomínio Gran Vista, bairro Ponta Negra, zona oeste de Manaus.

De acordo com informações preliminares, o vigilante trabalha no condomínio e confessou que foi o autor do crime. Ele estaria sob efeito drogas e queria roubar o apartamento da servidora em busca de dinheiro para comprar mais entopercentes.

O vigilante foi encaminhado para Delegacia Especializada em Homicídios e Sequestros (DEHS) onde deve prestar depoimento.

Relembre o crime

Silvanilde Ferreira Veiga, 58, foi encontrada morta na noite do dia 21 de maio dentro de seu apartamento. O corpo estava de bruços, em uma poça de sangue e foi encontrado pela filha da vítima, a nutricionista Stephanie Veiga, 27. Não havia sinais de arrombamento no imóvel.

De acordo com o advogado Cândido Honório, no dia da morte de Silvanilde, a filha dela recebeu por SMS um sinal de SOS, emitido pelo celular da mãe. “Chegou um sinal de SOS no celular da Stefany, por volta das 22h07. Foi através desse sinal que a Stefany entendeu que a mãe estava com algum problema e se dirigiu imediatamente ao condomínio.

O acesso de visitantes ao condomínio pode ser feito de forma remota, através de um link enviado pelos próprios moradores, mas o acesso à residência é exclusivo para quem mora no prédio.

** Informação atualizada às 13h31**

Anúncio