Acordo inclui Brasil na Aliança Solar Internacional

Entre os princípios, o acordo inclui ações coordenadas para o financiamento de tecnologias e pesquisas no campo da energia solar

Brasília –  O Projeto de Decreto Legislativo ratifica os termos de acordo sobre energia solar firmado pelo governo brasileiro em Nova Delhi, na Índia, em novembro de 2016.

Segundo o governo federal, o objetivo da Aliança Solar Internacional (ISA) é auxiliar os Países-membros na difusão da energia solar. O texto, que já foi aprovado pela Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados, tem origem na Mensagem 636/19, do Poder Executivo.

Acordo inclui Brasil na Aliança Solar Internacional. (Foto: Gabriel Jabur/Agência Brasília)

O acordo inclui, como princípios norteadores: ações coordenadas para o financiamento de tecnologias e pesquisas no campo da energia solar; cooperação com organizações internacionais, entidades públicas e privadas e com Países não membros da ISA; e o compartilhamento de informações sobre necessidades, objetivos, medidas e iniciativas domésticas.

O texto estabelece ainda que a o orçamento e o financiamento da ISA se darão por meio de contribuições voluntárias dos países-membros, de parceiros, organizações internacionais e do setor privado.

A entrada em vigor do acordo, prevista para 30 dias após a ratificação do décimo quinto país- membro, no entanto, não implica nenhuma exigência financeira ao Tesouro Nacional.

Tramitação

O projeto será analisado pelas comissões de Minas e Energia; e de Constituição e Justiça e de Cidadania. Depois, seguirá para discussão e votação no Plenário.

Anúncio