Aécio Neves é eleito para presidência de comissão na Câmara

Deputado federal comandará Comissão de Relações Exteriores por um ano. Ele recebeu vários votos favoráveis nesta sexta

Brasília – O deputado Aécio Neves (PSDB-MG), ex-candidato à Presidência da República, foi eleito nesta sexta-feira (12) presidente da Comissão de Relações Exteriores e de Defesa Nacional da Câmara dos Deputados.

O deputado é investigado em uma série de inquéritos e já se tornou réu em parte deles. (Foto: Yasuyoshi Chiba/AFP)

Aécio teve 25 votos favoráveis. Outros seis deputados votaram em branco. Ele substitui o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) no cargo e terá mandato de um ano.

O deputado é investigado em uma série de inquéritos e já se tornou réu em parte deles. Em 2018, a Justiça aceitou denúncia de corrupção passiva e obstrução da Justiça. Em 2019, ele virou réu na Justiça Federal de São Paulo em processo em que é acusado de recebimento de propina e de tentativa de obstrução da Justiça em inquéritos da Operação Lava-Jato. Segundo a PGR, Aécio, quando era senador, recebeu R$ 2 milhões do empresário Joesley Batista, do Grupo J&F. O deputado alega inocência.

Após a confirmação do seu nome nesta sexta, Aécio elencou temas que pretende levar à discussão na comissão, como acordos de livre comércio bilaterais, a ratificação do tratado comercial Mercosul-União Europeia e a entrada do Brasil na OCDE (Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico).

Anúncio