ALE precisa investigar contratos milionários da Seduc, afirma deputado

Alerta de Wilker Barreto se baseou em reportagem do programa AMAZONAS DIÁRIO, do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), veiculada na última segunda-feira (11)

Manaus – O deputado estadual Wilker Barreto usou a tribuna da Assembleia Legislativa do Estado (ALE) desta quarta-feira (13), para alertar sobre os contratos milionários firmados pela Secretaria de Estado de Educação e Desporto (Seduc) durante a pandemia da Covid-19 no Amazonas. Em seu discurso na tribuna, o parlamentar afirmou que a Casa Legislativa precisa investigar os gastos da pasta durante o cenário pandêmico, que somaram R$ 400 milhões em contratos celebrados sob a gestão do ex-secretário Luís Fabian Barbosa.

Deputado estadual Wilker Barreto (Foto: Divulgação)

O alerta de Barreto se baseou em reportagem do programa AMAZONAS DIÁRIO, do GRUPO DIÁRIO DE COMUNICAÇÃO (GDC), veiculada na última segunda-feira (11), que revelou gastos milionários do ex-secretário em contratos de serviços e aquisição de materiais como, por exemplo, o programa Merenda em Casa, que custou R$ 26 milhões dos cofres públicos, e mais de R$ 33 milhões investidos em compra de cadeiras e instrumentos musicais para as escolas da rede estadual, mesmo com as unidades fechadas por conta da pandemia.

“Vou me debruçar com uma lupa na Seduc, está uma farra. A reportagem do D24 me assombrou, R$ 400 milhões gastos em plena pandemia, senão me falha a memória, nós não tivemos aulas presenciais durante um bom tempo de 2020. O que demandou R$ 400 milhões? Esta Casa precisa investigar a farra na Seduc”, ponderou o deputado.

O líder da Oposição na ALE aproveitou para criticar a omissão do Parlamento estadual para investigar os atos do Executivo, além da falta de fiscalização do dinheiro público.

“Esta Casa não dá um passo para fiscalizar, eu não sei qual a parte do regimento interno que não leram legislar e fiscalizar, só leram a parte de legislar e riscaram o fiscalizar. Trago elementos e a materialidade e fica o silêncio nesta Casa”, finalizou Wilker.

Veja vídeo:

Anúncio