Aliança Pelo Brasil realiza encontro no Amazonas

O 1º Encontro de Apoiadores do Aliança Pelo Brasil será realizado neste sábado (25), na Assembleia Legislativa do Amazonas

Manaus – O primeiro encontro de apoiadores da Aliança Pelo Brasil no Amazonas será realizado neste sábado (25), na Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE), a partir das 8h, onde os simpatizantes do presidente Jair Bolsonaro poderão assinar o documento que apoia a criação do novo partido. “Vamos mostrar para o Bolsonaro que ele pode contar com o Amazonas”, disse o advogado e idealizador do Movimento Advogados pró-Bolsonaro Brasil, Paulo Maffioletti, 42, em entrevista ao programa DIÁRIO DA MANHÃ, da RÁDIO DIÁRIO FM 95.7.

Maffioletti acredita que a meta de 492 mil assinaturas, em todo o Brasil, para que a criação do partido seja autorizada já tenha sido atingida (Foto: Reprodução/Diário da Manhã)

Outro apoiador do movimento é o presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), deputado Josué Neto. Engajado na coleta de assinaturas, o parlamentar, que está independente, publicou uma foto com o vice-presidente da Aliança Pelo Brasil, Felipe Belmonte. “Eu pretendo me oficializar como aliado do Bolsonaro porque sou patriota, amazonense e acredito que a família deve ser preservada e fortalecida. Esses são alguns dos valores do projeto Aliança Pelo Brasil”, disse o presidente da ALE.

blank

Josué Neto justifica o apoio à Aliança Pelo Brasil por ser patriota, amazonense e acreditar que a família deve ser preservada (Foto: Divulgação)

No local do encontro, será disponibilizado um cartório para aqueles que desejarem formalizar o apoio da criação do partido. Segundo Maffioletti, os apoiadores devem acessar o site aliancapelobrasil.com.br, que possui um formulário que deve ser preenchido, assinado e autenticado em cartório.

“O primeiro encontro de apoiadores do Aliança Pelo Brasil no Amazonas está inserido na agenda nacional do presidente da República. Isso é um chamado, uma convocação, um convite do presidente a todos os eleitores patriotas que o elegeram no ano de 2018, para que juntos possamos avançar nesse encaminhamento que diz respeito à criação do partido”, disse.

blank

Na manhã desta quarta-feira (22), Paulo Maffioletti foi entrevistado pelo programa DIÁRIO DA MANHÃ, da RÁDIO DIÁRIO FM 95.7 (Foto: Reprodução/Diário da Manhã)

Para que a criação do partido seja autorizada, a lei eleitoral estabelece que sejam atingidas, no mínimo, 492 mil assinaturas, em todo o Brasil. Maffioletti acredita que essa meta já tenha sido atingida. De acordo com ele, somente em Manaus, Bolsonaro recebeu mais de 620 mil votos, no primeiro turno.

“Nós compreendemos que é um momento novo no País, em que a direita assumiu o poder por meios democráticos. O conservadorismo é algo inerente ao povo brasileiro. E o Aliança Pelo Brasil, que ainda não é um partido político, mas vai se tornar a partir desse ato de apoio, é um partido de direita e conservador. Nós estamos aqui em Manaus para apoiar o presidente da República, para que isso se torne uma realidade”, acrescentou.

Anúncio