Alta rejeição afasta Wilson Lima da eleição

Com 62% de “péssimo” e “ruim”, a avaliação negativa do governador afasta o chefe do Executivo dos concorrentes que disputam a Prefeitura de Manaus. Candidatos evitam se associar a gestão estadual

Manaus  – Rejeitado por mais de 60% dos eleitores do Amazonas, o governador do Amazonas Wilson Lima tem algo em comum entre os 11 candidatos que disputam a Prefeitura de Manaus na eleição deste ano: ninguém quer o apoio do chefe do chefe do Executivo Estadual.

Duas semanas após autorização da propaganda eleitoral, nenhum candidato da capital –sequer os vereadores – querem associar suas campanhas a atual gestão do Governo do Amazonas. A imagem negativa afetou também o partido a qual o governador é filiado, o PSC, rejeitado em todas as coligações majoritárias na capital.

Wilson Lima consegue ser pior avaliado que Dilma Roussef prestes a sofrer impeachment (Foto: Divulgação/Secom)

Os números explicam o motivo. Levantamento do Instituto Diário de Pesquisa (IDP), divulgado no último dia 2, ouviu 1.200 pessoas na capital e mostrou que 53% dos eleitores consideram a gestão do governador Wilson Lima “péssima” e outros 13,2% avaliam a gestão estadual como “ruim”. Somados, os dois índices revelam que 62,2% dos eleitores rejeitam o atual governo do Estado. Em seguida, 24,5% consideram a gestão “regular”; 8,1% “bom” e 1,3% avaliam a gestão Wilson Lima como “péssima”.

Para fins comparativos: em fevereiro de 2016, antes de ser afastada provisoriamente do cargo, o que se deu em maio daquele ano, Dilma tinha avaliação positiva em 11,4% (9,7% bom e 1,7% ótimo).

Ou seja, Wilson Lima consegue ser pior avaliado que uma governanta prestes a sofrer impeachment.

Cruzamento dos dados mostram que a rejeição a atual gestão independe de estratificação social. Entre os eleitores que declaram terem o Ensino Fundamental incompleto, 63,9% acham o governo Wilson Lima “péssimo” ou “ruim” e 72,5% dos que possuem o Ensino Superior completo também avaliam como “péssima” ou “ruim” a atual gestão.

Quanto ao gênero, os homens – com uma leve diferença – avaliam mais negativamente o governo do Estado: 66,8% consideram a atual gestão “péssima” ou “ruim” e 65,5% das mulheres têm a mesma opinião.

Com décadas de experiência em pesquisas de opinião, o matemático e consultor estatístico Edmilson Silva, responsável pela pesquisa do IDP, afirmou que a gestão do governo atual aliada à pandemia e aos escândalos e denúncias de desvios de recursos para Saúde são alguns fatores que explicam a alta taxa de rejeição.

“O que se conclui é que o governador Wilson Lima não é visto como um bom administrador das finanças e serviços do governo estadual. Quando iniciou a gestão do governo, os índices eram bem mais otimistas. A população amazonense deu crédito ao Wilson Lima, mas ao longo do governo desde 2019, ele foi perdendo crédito chegando ao atual patamar”, disse.

Diante dos dados, Edmilson Silva afirmou que nenhum candidato em “sã consciência” iria almejar o apoio do governador.

Anúncio