ANS ignora convocação feita por Grupo de Trabalho criado na ALE para debater Unimed

Agência Nacional de Saúde não compareceu a reunião com MP e Defensoria Pública para dar explicações sobre a decretação de alienação da carteira de clientes da Unimed Manaus

Manaus – A Agência Nacional de Saúde (ANS) ignorou a convocação feita pelo Grupo de Trabalho coordenado pelo Ministério Público do Amazonas (MP-AM) e Defensoria Pública do Estado do Amazonas (DPE-AM) para dar explicações sobre a decretação de alienação da carteira de clientes da Unimed Manaus.

Agência Nacional de Saúde não compareceu a reunião com MP e Defensoria Pública para dar explicações sobre a decretação de alienação da carteira de clientes da Unimed Manaus (Foto: Eraldo Lopes)

A ausência de um representante da ANS na reunião realizada na manhã de segunda-feira (16), na sede do MPE, foi criticada pelo deputado estadual Sinésio Campos (PT), autor da proposta de criação do GT. A reunião foi resultado da audiência pública realizada na última terça-feira (10), no plenário Ruy Araújo da Assembleia Legislativa do Estado do Amazonas (ALE), de autoria do deputado.

Na avaliação do parlamentar é, no mínimo, estranho que a Agência Nacional de Saúde se negue a dialogar.
Na reunião do GT, ficou acertado que nesta quarta-feira, a procuradora do MPE Sheila Andrade, acompanhada de dirigentes da Unimed e também representantes da Defensoria Pública do Estado vai se reunir com procuradores do MPF, para que juntos possam definir qual o mecanismo jurídico mais eficiente para resguardar os interesses dos clientes da Unimed Manaus.

Anúncio