Armando Valle faz coação na Cosama; confira documento e áudios

O diretor-presidente da Cosama, Armando do Valle, tem usado o cargo para ameaçar, coagir e constranger empregados da estatal a apoiar o governo Wilson Lima, conforme denúncia ao TJAM

Manaus – O diretor-presidente da Companhia de Saneamento do Amazonas (Cosama) Armando Silva do Valle tem usado o cargo para ameaçar, coagir e constranger funcionários da empresa estatal a apoiar o governo Wilson Lima. É o que revelam áudios que fazem parte de uma representação criminal ingressada, na última quinta-feira (24), pelo deputado estadual Dermilson Chagas no Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM).

Segundo o parlamentar, as gravações foram feitas em reunião com os servidores da empresa estatal, em 16 de abril. Os áudios revelam uso da estrutura do governo do Estado em favor do governador e de uma eventual campanha eleitoral no próximo ano.

Pedido de uma investigação criminal contra Armando do Valle foi feito perlo deputado Dermilson Chagas (Foto: Divulgação)

“Hoje nós somos questionados, nós somos é … solicitados, para nos posicionar, nós fazemos parte do Governo, o governador Wilson Lima é o dono da ‘p…’ toda, nunca esqueçam disso, eu sou mero representante dele, mas o dono do Governo é o governador Wilson Lima e ele vai para uma reeleição e vocês têm que apoiar, vocês tem que curtir, vocês têm que seguir ele na página do Facebook, do Instagram, a maioria da Cosama não faz isso, mas, segue lá o BBB, segue lá o pessoal da Globo, segue o Boninho, né quer opinar porque o cara foi para o paredão, o cara foi injustiçado, e aí, o dono da ‘p…’ toda nada, essas palavras é assim mesmo, é simples e direta”, falou o diretor-presidente da Cosama durante reunião.

Em outro trecho da gravação, Armando Valle fala em eleição e determina o que os funcionários podem ou não fazer nas redes sociais.

“O que eu quero dizer pra vocês, o nosso patrão é o governo do Estado, o nosso patrão é o governador Wilson Lima e se nós estamos aqui é porque ele foi eleito, muitos de vocês não votaram nele e tão aqui tendo a oportunidade de trabalhar com ele, nós estamos numa eleição, enquanto vocês publicarem coisas de avião, de jet-ski, lá no restaurante Coco Bambu batendo uma foto do drink na hora do almoço, se alguém do Governo pegar, eu não vou ter perdão de vocês, hoje a nossa fala é para alertar a próxima vai ser para tirar, vocês têm que seguir o governador, pô!, ele é o patrão de vocês não sou eu não, vocês que tem entrar na rede social dele, dizer não tá aqui, eu sou da Cosama, isso é lealdade, um cara que te deu oportunidade de trabalhar, qual é a vergonha? É puxa-saquismo?”, afirmou.

Valle ainda cita demissão de pessoas que não seguir as regras: “vamos ver o que vocês fazem nas redes sociais agora! cuidem, reflitam, não errem, porque o governo na rede social ele é cruel, ele não perdoa, ele corta a cabeça e já cortaram de muita gente, pra mais de 100 pessoas foram demitidas só porque curtiu uma página de um indivíduo que é inimigo do governador”, disse.

A Cosama é uma empresa de economia mista que faz parte da estrutura do governo do Estado.

Na representação, Dermilson Chagas afirma que o diretor-presidente tem “utilizado seu cargo para transformar a empresa Cosama em um “puxadinho de negócios” e espaço de ações horrendas à medida que intimida e ameaça aqueles que não defendem a pessoa do governador, com demissão, com o objetivo de que seu “chefe” permaneça na função de governador do Estado do Amazonas”.

Por fim, o parlamentar pede que seja instaurada uma investigação criminal contra Armando do Valle.

D24am – Denúncia Protocolo Documento

Anúncio