Arthur Lira confirma Marcelo Ramos como vice em sua chapa na corrida à Câmara

O candidato à presidência da Câmara dos Deputados, apresentou em coletiva de imprensa algumas propostas para o Amazonas, como questões relacionadas à BR-319 e Zona Franca de Manaus

Manaus – Na manhã desta quinta-feira (7), o candidato a presidência da Câmara dos Deputados, o deputado federal e candidato à presidência da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), apresentou em coletiva de imprensa algumas propostas para o Amazonas, como questões relacionadas à BR-319 e Zona Franca de Manaus, caso seja eleito.

O parlamentar federal disse que busca uma Câmara diferente, sendo transparente e que não terá preferência por pautas, sejam elas de direita, esquerda ou de centro, contanto que as propostas estejam amadurecidas e com maioria para ser votado no parlamento.

Arthur Lira (PP-AL) oficializou a indicação do deputado federal amazonense Marcelo Ramos (PL-AM) como o 1º vice-presidente de sua chapa na eleição da Mesa Diretora daquela Casa, que acontece no dia 1º de fevereiro.

“Marcelo estará conosco nesta caminhada difícil e se mostrou um deputado muito competente, num mandato de 2 apenas anos, mas com muita capacidade de articulação. Com ele e com o povo do Amazonas, firmamos compromisso de fazer todos os esforços na Câmara para mitigar os efeitos da Covid”, disse Lira, ao afirmar que novas medidas para conter a pandemia virão com força total em 2021.

O deputado afirmou ainda que uma visita à Fábrica da Honda, no Distrito Industrial, lhe deu outra perspectiva sobre o potencial da Zona Franca na geração de empregos. O deputado disse ainda que procurará ajudar na modernização do parque industrial.

“Nós temos que explorar o que temos de melhor na Amazônia. Temos uma grande capacidade de biotecnologia, indústrias farmacêuticas e também podemos trabalhar na questão de crédito de carbono. Todos querem preservar a Amazônia e nós também, mas principalmente desenvolvido, onde todos possam usufruir, do melhor bem que temos no planeta. Todas essas questões, terão o meu apoio casos seja presidente da Câmara”, pontuou.

Já em relação à rodovia federal BR-319, o candidato à presidência da Câmara dos Deputados, explicou que este é um caso mais orçamentário do que político, mas devido à pandemia causada pelo novo coronavírus, pautas importantes sobre o tema foram adiadas.

“Ano passado teve uma votação sobre o orçamento, inclusive que já defendi e foi aprovado, só que em uma desarrumação entre a articulação do governo e do Congresso, o governo vetou e por causa da pandemia, nós não conseguimos derrubar o veto. O orçamento impositivo vai ser inclusive, já votado neste próximo mês de fevereiro”, finalizou o deputado do PP-AL.