Arthur Neto palestra sobre a Amazônia durante reunião em SP

O encontro foi presidido pelo governador João Doria e ocorreu na manhã desta quarta-feira (22), no Palácio dos Bandeirantes

São Paulo – Arthur Virgílio Neto, foi convidado para palestrar durante reunião da Secretaria de Relações Internacionais do Governo de São Paulo, levando temas que integram suas propostas políticas para o País, como a Amazônia e o fortalecimento das relações internacionais. O encontro foi presidido pelo governador João Doria e ocorreu na manhã desta quarta-feira (22), no Palácio dos Bandeirantes (SP).

(Foto: Divulgação)

“Foi uma honra palestrar para esse grupo de pessoas tão preparadas e que cuidam das Relações Internacionais do Governo de São Paulo. Isso representa um pensamento à frente, um pensamento de união em torno de um projeto de Brasil mais igualitário”, destacou Virgílio, que é ex-senador e ex-prefeito de Manaus. “Minha pauta principal, como não poderia deixar de ser, foi a Amazônia e suas muitas possibilidades de desenvolvimento para o Brasil e para o mundo”, completou.

Virgílio estava acompanhado de sua esposa Elisabeth Ribeiro e fez alertas sobre o aquecimento global, os riscos à floresta, aos ciclos de chuvas e defendeu a necessidade de se elaborar e executar um projeto nacional de desenvolvimento sustentável para a Amazônia e de investimentos em Ciência e Tecnologia, para o aproveitamento inteligente dos recursos naturais da Amazônia sem destruir a floresta.

Outro tema abordado por Arthur foi a crise democrática no país e a importância da independência e harmonia entre os poderes, gerando reflexo direto na economia. “O Brasil não pode se isolar do mundo. Temos que ser um país que esteja pronto para apoiar e ser apoiado pelas demais nações”, afirmou Virgílio, destacando que a diplomacia brasileira sempre teve tradição de seriedade e competência e que isso será reconquistado.

Para o governador de São Paulo, João Doria, a troca de experiência vivenciada no encontro foi fundamental para o fortalecimento da democracia. “O Brasil precisa de gente corajosa, que defenda a democracia e as instituições. O Arthur nunca teve medo de defender seus ideais e faz muita falta em Brasília”, disse.

A palestra de Arthur Virgílio calou fundo entre os participantes do encontro, que contou com a presença do ex-ministro das Relações Exteriores, Celso Lafer, atual presidente do Conselho de Relações Internacionais do Governo de São Paulo; do secretário executivo de Relações Internacionais do Estado de São Paulo, Affonso Massot; do ex-ministro da Economia e atual secretário da Fazenda e Planejamento do Governo de São Paulo, Henrique Meirelles; dentre outros membros de governo.

“Foi uma belíssima palestra e a Amazônia é, sem dúvida, fundamental para o país. Arthur Virgílio sempre teve uma posição lúcida e corajosa em defesa do que é certo, independentemente de linha partidária. Minhas homenagens a essa grande figura que é o ex-senador Arthur Virgílio”, disse Meirelles.

Foi uma aula magna de Brasil, de patriotismo, ancorada na Amazônia e na sustentabilidade que é o tema do momento. A sustentabilidade é o futuro do Brasil e a Amazônia é o presente e o futuro do Brasil”, avaliou Massot. “Parabéns ao ex-senador Arthur Virgílio, que nos iluminou nesta manhã”, concluiu.

Anúncio