Comissão da Covid-19 no Senado convoca ministro Pazuello

O objetivo do requerimento é para que Pazuello informe sobre a disponibilidade de oxigênio nos Estados

Brasília – A comissão temporária que acompanha as ações contra a pandemia de Covid-19 no Senado Federal aprovou, nesta segunda-feira (15), requerimento de convocação imediata do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello.

Ministro encaminhou ofício aos presidentes da Câmara e do Senado (Foto: © Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Ministro da Saúde, Eduardo Pazuello. (Foto: Divulgação)

O objetivo do requerimento é para que Pazuello informe sobre a disponibilidade de oxigênio nos Estados, em especial Acre, Rondônia e Ceará. O pedido foi feito pelos senadores Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e Styvenson Valentim (Podemos-RN).

“O cuidado desse requerimento é para que nós não deixemos que em Rondônia, no Acre, no Ceará e em todo o Brasil se repita uma situação tão dramática como aquela que ocorreu em Manaus no início do ano”, afirmou Rodrigues.

O grupo aprovou requerimento, feito pelo senador Ciro Nogueira (PP-PI), direcionado a Pazuello, sobre esclarecimentos sobre a demora na vacinação de idosos.

A comissão da Covid-19 aprovou, ainda, dois requerimentos do presidente do colegiado, senador Confúcio Moura (MDB-RO). Um deles pede a realização de audiência para debater o andamento dos processos de autorização emergencial e definitiva das vacinas contra o coronavírus e o outro requer informações sobre as aquisições dos imunizantes.

Saída de Pazuello

A convocação de Pazuello no Senado ocorre em meio ao risco do ministro da Saúde de ser demitido do cargo pelo presidente Jair Bolsonaro (sem partido) ainda nesta segunda-feira (15).

A pressão pela saída do general do comando da Saúde aumentou no final de semana, depois que o Centrão, bloco de partidos que dá suporte ao Palácio do Planalto, iniciou uma campanha para substituir o chefe do ministério por causa da condução de Pazuello no combate a Covid-19 no País.