CPI da ALE entra em semana decisiva

A CPI tem o objetivo de investigar os atos administrativos do Governo do Estado durante o período da pandemia do novo coronavírus, sobretudo a crise de oxigênio em janeiro deste ano

Manaus – A Assembleia Legislativa do Estado (ALE) entra em semana definitiva para instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar a gestão da Saúde no Amazonas. A proposta ganhou mais força com adesão de novos deputados estaduais à proposta somando seis apoios e precisando de apenas mais duas assinaturas para iniciar os trabalhos da comissão.

Apoios Para a instauração da CPI da Pandemia na ALE são necessárias mais duas assinaturas (Foto: Danilo Mello/ALE)

Na quinta-feira,1º, o presidente da Assembleia Legislativa do Estado (ALE), deputado Roberto Cidade (PV), assinou o requerimento de instalação da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia, proposta pelo deputado Dermilson Chagas (Podemos). Esta é a quinta assinatura colhida. Antes, além do proponente, Wilker Barreto (Podemos), Nejmi Aziz (PSD) e Delegado Péricles (PSL) já haviam sinalizado positivamente à Comissão, que precisa do aval de oito parlamentares para iniciar os trabalhos.

A CPI tem o objetivo de investigar os atos administrativos do Governo do Estado durante o período da pandemia do novo coronavírus, sobretudo a crise de oxigênio vivenciada no Estado em janeiro deste ano, bem como o aluguel do Hospital Nilton Lins, entre outros.

“Há muitos dias eu vinha pensando sobre a CPI que aconteceu no ano passado, uma CPI que com certeza teve frutos e um trabalho digno realizado por todos os membros. Esse ano a Assembleia Legislativa precisa continuar com esse trabalho. Então, como presidente deste Poder, quero dizer que estarei assinando a CPI da Pandemia. Tenho plena convicção que estou fazendo meu papel como parlamentar e presidente do Poder Legislativo”, afirmou.

Os deputados Dermilson Chagas e Wilker Barreto parabenizaram o presidente da ALE pela decisão. “Sua decisão é acertada e em respeito aos mais de 13 mil mortos em nosso estado”, destacou Chagas.

O deputado estadual Wilker Barreto também celebrou as assinaturas. “Quero já parabenizar o presidente Roberto Cidade ao anunciar que vai assinar a CPI da Pandemia, é um gesto claro que esta Casa terá da Mesa diretora e da presidência todo apoio para implementar o que a sociedade cobra”, discursou Barreto.

Uma novidade foi a revelação feita na última sexta-feira, 02, pelo deputado estadual Fausto Jr. de que está disposto a apoiar a instalação da CPI caso a proposta amplie o leque de apuração. O parlamentar apresentou requerimento para incluir entre os objetos a serem investigados a

“Eu já fiz um requerimento que já está protocolado na Assembleia com pontos que precisam ser incluídos como a vacina, medidas restritivas e a política de disponibilização de oxigênio – para poder esclarecer o que o governo federal fez ou não fez, para poder responsabilizar”, frisou.

Anúncio