CPI da saúde apresenta novas revelações nesta quinta-feira

Segundo presidente da comissão, deputado Delegado Péricles, dados apurados pelos membros da comissão são assustadores e vergonhosos

Manaus – A Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) apresentará, nesta quinta-feira (23), novas informações referentes às investigações sobre processos indenizatórios mantidos pelo governo do Estado e que movimentam milhões de reais da saúde pública em atos ilícitos. Segundo o presidente da CPI, deputado estadual Delegado Péricles, os dados apurados até então pelos membros da comissão são assustadores e vergonhosos.

“As descobertas que fizemos, sem dúvida, irão assustar toda a população. É muita irregularidade, é muita fraude e má gestão de dinheiro público que deveria ser direcionado e investido na saúde do nosso estado. Não é acaso que há tanto tempo nossa população enfrenta todo esse caos. É uma corrupção que se torna rotina e que está enraizada em processos indenizatórios, que por sua origem já são ilegais. Precisamos por fim nisso”, afirmou o presidente da CPI.

CPI da Saúde ouvirá, às 15h desta quinta-feira (23), o ex-proprietário da empresa, Vitor Souto (Foto: Divulgação/ALE)

Na tarde desta quarta-feira (22), a CPI decidiu, ainda, pelo encaminhamento de denúncia aos Ministérios Públicos Estadual e Federal contra a Norte Serviços, responsável pela lavanderia do Hospital de Campanha da Nilton Lins durante período de pandemia no Amazonas. A decisão foi deferida pelos membros titulares da CPI após ser constatada inconsistência no depoimento da atual proprietária da empresa, senhora Criselídea Bezerra.

“Ficou ainda mais evidente para esta CPI que essa senhora foi colocada nesta situação como instrumento de alguém. Essas suspeitas precisam ser apuradas, afinal, são cerca de R$25 milhões pagos pelo executivo estadual, nos últimos três anos, para empresa que tem como proprietária senhora que demonstrou total desconhecimento sobre dados básicos, mostrou total instabilidade, característica estranha para quem administra tantos negócios, os gerencia e, ainda, recebe milhões em processo indenizatórios”, disse Péricles.

Em aproximadamente 20 minutos de depoimento, Criselídea se negou a responder as perguntas dos membros da comissão e alegou, inclusive, não sabe que estava ali para responder a tantas perguntas. Visivelmente nervosa, foi submetida à aferição de pressão por uma enfermeira, que pediu a interrupção do depoimento. “Essa comissão decidiu pelo encerramento da fala da senhora por entender que, além de não ter condições de saúde de continuar, ela desconhecia dados inerentes a um proprietário de empresa, e ainda demonstrou não saber todo processo fraudulento que envolve seu nome”, contou o parlamentar.

Em continuidade às investigações relacionadas à Norte Serviços, a CPI da Saúde ouve, às 15h desta quinta-feira (23), o ex-proprietário da empresa, Vitor Souto.

Comissão quer lista de pacientes do Hospital de Campanha

A CPI aprovou, na tarde desta quarta, requerimento que solicita à Secretaria de Estado de Saúde (Susam) a lista de pacientes atendidos pelo Hospital de Campanha da Nilton Lins. Prontuário e exames também serão solicitados. O documento foi motivado pela divulgação, na última semana, de 1,8 mil atendimentos pela unidade hospitalar pelo governo do Estado. A CPI rechaça essa informação e reforça que foram 388 pacientes atendidos.

Requerimento a ser encaminhado a todas as Unidades Gestoras de Saúde solicitando planilha com relação de todos os contratos, pagamentos e processos indenizatórios com objetos e respectivos valores também foi deferido.