CPI da Saúde intensifica investigações sobre contratos no Hospital Delphina Aziz

Na última semana, 12 pessoas tiveram nomes aprovados para convocação e devem ter datas e horários de depoimento confirmados durante reunião, às 14h desta segunda-feira (24)

Manaus – A Comissão Parlamentar de inquérito (CPI) da Saúde entra, nesta segunda-feira(24), em uma semana de intensa investigação sobre a assinatura de contrato de gestão do Hospital Delphina Rinaldi Abdel Aziz e da UPA Campos Sales, assim como a respeito da fiscalização sobre a prestação de serviços. Na última semana, 12 pessoas tiveram nomes aprovados para convocação e devem ter datas e horários de depoimento confirmados durante reunião, às 14h desta segunda-feira (24).

CPI da Saúde atua esta semana sobre contratos do Delphina (Foto: Divulgação)

“O Hospital Delphina Aziz possui os maiores contratos da saúde do nosso estado e precisamos assegurar que cada centavo tem de fato sido corretamente investido. A inspeção que a Comissão realizou na unidade deixou evidente o pagamento de valores cheios a pregadores de serviço mesmo sem que esse tenha sido executado em sua integralidade. E quem recebe por algo que não fez? Quem restitui esse dinheiro ao erário público?”, questionou o presidente da CPI, deputado estadual Delegado Péricles.

A Comissão esteve no último dia 12 de agosto e elencou inúmeros questionamentos referentes aos serviços e pagamentos executados à OPP e à OS contratadas para gerir a unidade hospitalar. “A realidade é que a contratação direta de empresas capacitadas para a prestação de serviços seria muito mais vantajosa para para a saúde do estado. São R$30 milhões mensais pagos”, ressaltou Péricles.

Na reunião desta segunda-feira, devem ser agendados depoimentos de: Thayane Cristina dos S. de Souza, do Sr. Sérgio Luz,  José Luiz Gasparini,  Mayla Gabriela S. Borba e  Renata N. Duran, todos funcionários do Instituto Nacional de Desenvolvimento Social e Humano – INDSH. Também deve ser ouvido Bernadino Marques Jr., sócio da empresa Zona Norte Engenharia. Na lista ainda contam Dayana Priscila Meijia de Souza, Rodrigo Tobias, Perserverando da Trindade Garcia Filho,  Ana Paula Lemes Jesus dos Santos,  Ana Liz Nascimento Barroso, Virgínia Andrade e da Sra. Rosângela Lima e Silva, todos ligados à Secretaria de Estado de Saúde (Susam).

Anúncio