Crise humanitária na Faixa de Gaza é debatida na Câmara dos Deputados

Debate analisa denúncias de violações dos direitos humanos dos palestinos e do direito internacional pelo Estado de Israel

Brasília – A Comissão de Legislação Participativa debate nesta quarta-feira (24) a crise humanitária na Faixa de Gaza, denúncias de violações dos direitos humanos dos palestinos e do direito internacional pelo Estado de Israel. O pedido para realização da audiência pública foi feito pelos deputados João Daniel (PT-SE) e Padre João (PT-MG).

(Foto ilustrativa: Reprodução Pixabay)

De acordo com João Daniel, a promoção de uma audiência pública para debater a crise humanitária na Faixa de Gaza “serve como um fórum para a conscientização e a educação do público sobre as complexidades do conflito entre Israel e Palestina e suas consequências humanitárias.”

Segundo o deputado, a audiência pública “é um passo importante para os parlamentares debaterem de forma aberta e respeitosa um assunto tão complexo e necessário, e também uma oportunidade para que possamos promover a compreensão, fomentar a paz e praticar a defesa dos direitos humanos e da dignidade humana.”

Já o deputado Padre João destaca números do conflito, que teve início em outubro de 2023 e resultou na morte de mais de 31 mil pessoas até agora.

“Os palestinos da Faixa de Gaza e da Cisjordânia estão sofrendo um massacre implacável por parte das Forças Armadas israelenses, que, a pretexto de liquidar um grupo de resistência que consideram um oponente militar, já provocaram a morte de mais de 31 mil pessoas, sendo a maioria de crianças e mulheres. Além dos mais de 8 mil desaparecidos sob os escombros dos prédios e residências bombardeados”, lamentou.

A reunião ocorre às 16 horas, no plenário 3, e poderá ser acompanhada ao vivo pelo canal da Câmara dos Deputados no YouTube.

Anúncio