David Almeida afirma que até o final de 2022, irá recapear 80% das ruas de Manaus

David lembrou que, desde o início do ano, a prefeitura já aplicou mais de R$ 10 milhões em multas à concessionária de água

Manaus – Em entrevista concedida a apresentadora do PROGRAMA AMAZONAS DIÁRIO, Katiana Pontes, o prefeito de David Almeida afirmou que, até o final de 2022, irá recapear 80% as ruas da cidades. A declaração foi feita no início da noite desta quinta-feira (16).

“Estamos finalizando a contratação para recapear 10 mil ruas. Manaus possui 18 mil ruas. Nós já trabalhamos aproximadamente com 3,5 mil ou 4 mil vias nestes oito primeiros meses, o resultado é muito bom. Queremos acabar com o tapa buraco, queremos recapear, colocar um pano de asfalto. Quando você tapa um buraco, tapa ele para baixo e acaba criando um ‘mondrongo’ – como a gente fala – para cima. Queremos, então corrigir, fazendo o recapeamento do asfalto da cidade. Até o final do ano que vêm, teremos 80% das ruas de Manaus recapeadas. Eu tenho o desafio de, até o final do mandato, recapear todas as ruas da cidade. Até outubro, vamos chegar com dez empresas em dez bairros diferentes”, afirmou.

Foto: Álisson Castro/GDC

O prefeito de Manaus frisou que irá fazer novas cobranças à empresa concessionária do abastecimento de água de Manaus para melhorias do serviço e lembrou que a atual gestão entrou com uma ação na Justiça para barrar o reajuste da tarifa de água. “Eu vejo que o índice de aumento em 24% é alto para o momento. O contrato contempla que o aumento seja concedido anualmente. Eu vou aditar este contrato para que o aumento seja feito da forma menos gravosa ao contribuinte”

David lembrou que, desde o início do ano, a prefeitura já aplicou mais de R$ 10 milhões em multas à concessionária de água. “Estou pedindo à concessionária para adiantar as metas para 2033 para instalação de esgoto e saneamento para que eles possam investir agora e eles têm mais de R$ 1 bilhão para investir dar melhor qualidade dos serviços à população.

Outro problema apontado pelo prefeito são os serviços que a empresa faz em que é necessário quebrar ruas da cidade. “Estamos exigindo que a empresa faça o recapeamento exatamente como estava as vias sob risco de aplicação de multas”, frisou.

De acordo com David Almeida, a administração municipal irá acatar determinação do Ministério da Saúde para suspender a vacinação para adolescentes entre 12 e 17 anos. “Iremos acatar, apesar de ainda estarmos aplicando naqueles que têm comorbidades e que estão privados de liberdade. Aplicamos a dose da Pfizer há quatro dias e temos doses necessárias para aplicar nos demais grupos. Não iremos prejudicar a segunda dose de quem já recebeu primeira aplicação da Pfizer na faixa entre 18 em diante”, destacou.

O prefeito afirmou que a cidade tem mais de dois milhões e duzentas mil doses aplicadas. “Um número de 30 mil pessoas ainda não foi se vacinar com a segunda dose, um dos menores percentuais do Brasil, menos de 1%. Não é um número tão expressivo em comparação com o número de doses aplicadas”, frisou.

Quanto a proposta de implantação de teleférico na área do Centro Comercial da capital, Almeida afirmou que será feita uma parceria público-privada para sua instalação. “O teleférico era um sonho, agora é uma realidade. Eu reuni com um grupo empresarial que está se instalando em Manaus e investe mais de R$ 60 milhões em distribuição de alimentos e frios e eles viram a propaganda do teleférico. Ficaram interessados em investir na cidade de Manaus. Este é um projeto para o segundo ou terceiro ano do nosso mandato. Será uma parceria público-privada”, destacou.

Anúncio