Delegado Péricles denuncia dispensa de licitação para locação de equipamentos gráficos

A denúncia refere a uma dispensa de licitação no valor de R$1,7 milhão publicada no Diário da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas

Manaus – O deputado estadual Deputado Delegado Péricles denunciou, na manhã desta quarta-feira (7), uma dispensa de licitação no valor de R$1,170 milhão publicada no Diário da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas, com a justificativa de locação de equipamentos gráficos. Para o parlamentar, é absurda a utilização de um recurso de excepcionalidade – possibilitado pelo período de pandemia no Amazonas -, para obter serviços que deveriam ter sido incluídos no planejamento financeiro anual da gestão. Péricles afirmou que encaminhará fato para que o Tribuna de Contas do Estado (TCE-AM) e Ministério Público do Estado (MPE-AM) possam atuar sobre os reais motivos e necessidades dessa portaria.

Deputado Estadual Delegado Péricles (PSL), denunciou uma dispensa de licitação no valor de R$1,7 milhão publicada no Diário da Imprensa Oficial do Estado do Amazonas (Foto: Divulgação)

“Na última semana me deparei com essa dispensa de licitação da Imprensa Oficial que, no mínimo, demonstra total incapacidade de gestão, em um movimento de quem sequer planejou um processo licitatório e está se aproveitando de um momento de pandemia para desvirtuar o real objetivo de uma recurso neste formato. A dispensa é um ato de excepcionalidade. É, no mínimo, incompetência que gera desperdício ou simplesmente seguem desviando dinheiro público. Encaminho hoje mesmo documento para o Tribunal de Contas e para o Ministério Público com pedido de apuração sobre o que considero absurdo e suspeito”, afirmou o deputado estadual da Tribuna da Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam).

De acordo com portaria publicada, a dispensa milionária tem como objetivo alocar equipamentos gráficos e, ainda, garantir a manutenção deles e fornecimento de material, considerando atender a ´situação emergencial´. A dispensa de licitação foi publicada no último dia 14 de setembro.

Anúncio