Deputado apresenta proposta para assegurar auxílio fardamento a PMs

A decisão foi anunciada pelo delegado Péricles durante discurso na Tribuna, na manhã desta terça-feira

Manaus – O deputado estadual delegado Péricles (PSL) apresentará indicativo que transforme em lei o pagamento do auxílio fardamento dos policiais militares do Amazonas. A decisão foi anunciada pelo parlamentar durante discurso na Tribuna, na manhã desta terça-feira (23), quando lamentou o não pagamento do direito à categoria, além da desatualização do valor correspondente à promoção de cerca de mil PMs promovidos esse ano pelo Governo do Estado.

Deputado estadual delegado Péricles. (Foto: Divulgação)

“Infelizmente, mais uma vez a categoria dos policiais militares é prejudicada. Há previsão para o pagamento do auxílio fardamento todos os anos para os policiais militares, já que eles não recebem mais o fardamento da instituição. Ano passado, por meio de decreto, receberam o valor X para a aquisição do equipamento, que é indispensável para o trabalho. E o que era previsto para este ano, até agora não aconteceu. Até agora o Governo do Estado não pagou o auxílio fardamento. E pior: numa medida protelatória, só para ganhar tempo, encaminharam o assunto para a PGE e dizem que estão aguardando parecer. Ora, parecer para pagar um direito a policiais militares que precisam de fardamento para seu trabalho?”, criticou o deputado.

Péricles lembrou, ainda, que ainda em 2020, a Assembleia Legislativa do Amazonas (ALE-AM) aprovou destaque orçamentário para garantir o auxílio e, mesmo diante de tal ato, os policiais seguem sem receber.

“Diante disso, estou encaminhando um indicativo para que um Projeto de Lei garanta o pagamento do auxílio fardamento independentemente de decreto. Estabelecemos em lei e todo ano o executivo tem a obrigação de pagar. Vamos acabar esse lenga lenga de todo ano enrolar o policial militar, indo pra PGE e pra tudo quanto é lugar, enquanto o profissional não recebe o pagamento”, continuou.

Promoção ficou só na cerimônia

Ainda durante discurso na Tribuna, o deputado estadual Delegado Péricles lamentou e reforçou revolta com o não pagamento do valor correspondente à promoção de aproximadamente mil policiais. De acordo com o parlamentar, a promoção não existiu de fato.

“O governador anunciou a promoção de mais de mil militares, mas eles não foram promovidos já que o ato existiu, mas agora, na hora do pagamento, os policiais ainda estão recebendo os valores correspondentes à patente anterior. Isso é um absurdo. É mais um ato para prejudicar os policiais militares, e ainda neste momento de pandemia que todos estão lá, se expondo ao vírus e defendendo nossas famílias. É preciso cumprir a palavra com esses profissionais’, concluiu.

Anúncio